entrev

A entrevista com a personal gestante Gizele Monteiro ao programa Fantástico informou os riscos do exercício intenso na gravidez.

modalidadesGinasticaGestante

A ginástica para gestante é uma modalidade em que os exercícios são adaptados e direcionados para as necessidades da gestante. Pode ser realizada em grupo ou individual.

gizele

A gravidez impõe a mulher uma série de modificações em seu estilo de vida. O aumento do peso e as mudanças posturais levam gradativamente a diminuição da atividade física e com isso os níveis de aptidão física

Grávidas podem fazer exercícios abdominais?

Por Gizele Monteiro – personal gestante

Grávidas podem fazer exercícios abdominais?

Ainda há divergências nas opiniões dos profissionais sobre a realização do exercício abdominal durante a gravidez.

Existem 2 tipos de opiniões:

1. os acham que eles devem ser restringidos durante a gestação,

2. os que acreditam que no início da gravidez a mulher pode fazer abdominais sem causar nenhum prejuízo ao feto, mas à medida que a barriga for crescendo, mesmo se ela quiser, não conseguirá mais, pelo desconforto.

3. os que acham importante por propiciarem uma boa tonificação da parede abdominal, ajudando a sustentar o abdômen grávido, a melhorar a postura da gestante e fortalecidos serão de especial importância para o trabalho de parto.

Exercício abdominal

Exercício abdominal

Independente da opinião ou literatura adotada pelo profissional que prescreverá para a gestante, a opinião do médico deverá ser respeitada em primeiro lugar, pois ele é que acompanha o estado de saúde da mamãe e do bebê.

Ainda temos que considerar:

- o nível de aptidão da gestante, isto é, se ela era sedentária ou ativa antes de engravidar. Gestantes sedentárias terão bastante dificuldade no aprendizado do exercício e não terão o nível de força adequado para realizá-lo, portanto não é interessante esses exercícios para gestantes em histórico anterior de exercício.

- a posição adotada no exercício abdominal, chamada “posição supina ou decúbito dorsal”. A execução do abdominal nessa postura deve ser evitada porque o útero com o peso do bebê pode comprimir a veia cava, limitando o fluxo de sangue e oxigênio para a mãe e o bebê. Mas isso não significa que estejam completamente excluídos todos os exercícios relacionados com a barriga, o que deve ser evitado é a posição.

Além da posição que deve ser mudada com o avanço dos meses e aumento do volume abdominal a gestante poderá não conseguir realizar os exercícios por desconforto ou perda de força devido o afastamento natural dos músculos abdominais.

“É também importante entender que exercícios abdominais realizados de forma incorreta podem gerar lesões ou a diástase abdominal. Procure orientação profissional qualificada.”

Uma das estratégias seria realizar os exercícios abdominais na posição semi-deitada ou sentada, desde que não comprometa a postura e nem seja realizado de forma incorreta.

“Não é indicado portanto realizar os exercícios abdominais na forma tradicional.”