Mamãe Sarada – voltando após a gravidez

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

 

Quer voltar à forma de maneira, segura, saudável e sem fazer loucuras?

O programa Pós-parto em Forma idealizado pela personal das mamães – Gizele Monteiro – traz justamente esse equilíbrio e volta do corpo, sem comprometer a amamentação e também repeitando seu corpo e o que aconteceu nele.

Veja algumas Dicas da personal

 

Exercícios para mamães by Personal Gestante
Exercícios para mamães by Personal Gestante

Tenho certeza que estas 5 Dicas para a mamãe voltar à forma de maneira saudável no pós-parto vão ajudá-la não somente em melhorar sua aptidão física mas a tão desejada perda de peso.

Dica 1. Buscar um programa e um profissional especializado em exercícios na gestação e pós-parto.

Ao lerem as demais dicas essa ficará mais clara, mas vamos entender um pouco a importância de algo adaptado para o seu período. O seu corpo sofre tantas mudanças no período gestacional que se o profissional que a atender conhecer essa fisiologia poderá oferecer um exercício e intensidade de forma segura e satisfatória para o seu bem-estar e saúde. O programa deverá atender alguns critérios de segurança como controle cardiovascular, movimentos adequados e seguros, intensidade e volumes corretos.

Tenho recebido mamães que iniciaram treinamentos e que tiveram sua barriga piorada por causa da diástase.

Hoje o mercado tem se especializado nessa área e isso fará toda a diferença para o seu retorno à forma de forma segura e saudável.

 

Dica 2. Vá com calma, não é legal voltar ‘com tudo’

Mamãe Sarada - Programa Pós-parto em Forma
Mamãe Sarada – Programa Pós-parto em Forma

A ansiedade de voltar a antiga forma é uma realidade para as mamães, mas durante o período gestacional muitas alterações corporais ocorreram e o retorno ao exercício deve ser mais equilibrado e com exercícios adequados e seguros. Algumas mudanças fisiológicas e posturais podem levar até um ano para voltar ao que era antes da gravidez. A boa notícia é que exercícios adequados podem acelerar essa volta.

As alterações do coração ou das articulações e ligamentos, por exemplo, levam em torno de 6 meses, podendo ser mais rápido ou mais lento conforme a individualidade e histórico de vida e atividade anterior da mulher, por isso quem consegue se planejar e se preparar desde a pré-gravidez, começa em vantagem nesse retorno do pós-parto. Você pode perceber que atletas ou artistas extremamente ativas, rapidamente estão em suas atividades, mas não se engane, você não é uma atleta.

A maioria dos profissionais e academias não estão preparados para receberem a mulher no pós-parto, integrando-a ao seu quadro de aulas (comuns), não havendo nenhum controle desse retorno.

 

Dica 3. Tenha cuidado para não comprometer a amamentação com o exercício.

As mamas durante a gravidez ficam maiores e mais pesadas e se mantém assim no período pós-parto durante toda a fase de amamentação. Principalmente para mulheres muito ativas ou atletas que realizam atividades de impacto, como corrida, certifique-se de que eles estejam bem firmes, talvez seja necessário usar dois tops ou um suporte mais adequado.

Mas será que o exercício pode secar o leite?

QUALQUER EXERCÍCIO “ORIENTADO DE FORMA INCORRETA” NO PÓS-PARTO PODE PREJUDICAR A AMAMENTAÇÃO E O CORPO DA MULHER.

Devido o alto gasto energético para a produção de leite se o “exercício for intenso ou num volume elevado (muito tempo em exercício)” e a mulher tiver uma ingestão inadequada poderá prejudicar a amamentação. Além do exercício e a ingestão alimentar serem adequadas, a mulher deve sempre estar hidratada, pois uma hidratação inadequada também poderá comprometer a amamentação. Uma observação importante feita por algumas pesquisas é que quando o exercício é intenso, a alta produção de lactato pelo exercício poderia modificar o sabor do leite e dessa forma o bebê passaria a não aceitá-lo, sendo então que de forma indireta o exercício estaria interferindo na aceitação do bebê ao leite após o exercício pela mudança no sabor deste. A formação de leite depende do estímulo da sucção do bebê. Mas é importante ressaltar que exercício em intensidades adequadas “não mostraram efeitos negativos” sobre a amamentação.

 

Dica 4. Exercite-se com o seu bebê.

À medida que seu bebê cresce, ele é uma excelente sobrecarga para você exercitar-se. Vários exercícios podem ser realizados com ele, inclusive por que ele adorará a brincadeira. Mas lembre-se a postura deve sempre ser preservada para que não sobrecarregue mais a sua coluna. Existem profissionais que elaboram séries para que você realize os exercícios em sua casa através de consultoria ou personal gestante (atendimento personalizado para o período gestacional e pós-parto) e as academias que trabalham com profissionais especializados oferecem esse programa e atendimento. Outra forma de levar o seu bebê para exercitar-se é uma caminhada com carrinho, programa já realizado em parques com assessorias especializadas no atendimento pós-parto.

Programa de exercícios Mamãe e Bebê by Gizele Monteiro
Programa de exercícios Mamãe e Bebê by Gizele Monteiro

Dica 5. Elimine as dores, elas podem te atrapalhar

Previna as dores lombares realizando exercícios de fortalecimento e alongamento.

A dor lombar é comum durante o período gestacional, podendo atingir até 80% das gestantes. No pós-parto, muitas mulheres continuam com ela ou experimentam seu surgimento. Os exercícios de fortalecimento e alongamento são excelentes para a prevenção e também para amenizá-la quando ela já está ocorrendo.  O retorno dos abdominais é importante pois esses músculos desempenham função de equilíbrio postural, mas CUIDADO! Exercícios abdominais tradicionais não devem ser iniciados precocemente, pois eles estão flácidos e fracos, por isso é necessário adaptar o exercício.

Portanto esses exercícios devem ser realizados com todo o critério de segurança para não provocar uma lesão ou sobrecarga que gere dor.

 

Para saber mais entre em contato !!

– email: contato@gizelemonteiro.com.br

– fone/whats – 11 9 9651.8909

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *