Riscos do Hipopressivo após a gravidez

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

Quais são os riscos do hipopressivo após a gravidez?

A técnica do abdominal hipopressivo tem sido procurada por mulheres que passaram pela gravidez como uma das formas de recuperar a barriga e obter a melhorar a diástase.

Mas será que ela é segura e indicada para esse momento? Será que ela é para uma mulher em que o corpo passou por tanta transformação?

A técnica tem sido indicada para o sonho da mulher ter de volta a barriga, ou ter a tal barriga negativa. De forma equivocada tem sido direcionada para cuidar da diástase, flacidez da barriga – a tal barriga de grávida que permanece.

 

Vou pontuar aqui algumas razões para você não aplicar essa técnica depois da gravidez.

 

  • RAZÕES FISIOLÓGICAS – FUNCIONAMENTO DO CORPO

Seu corpo passou por grandes mudanças no coração e no sistema circulatório – entre eles também seus vasos sanguíneos forma drasticamente exigidos pelo grande volume de sangue que circulava no seu corpo.

Lembra-se que na gravidez você ficou com mais sangue e líquidos e sua perna inchava? Então vamos refletir comigo … Seu corpo não volta de tão rápida, pois isso seria uma agressão. Então da mesma forma que ele levou 40 semanas para mudar, ele demora para voltar, levando meses. Não são 45 dias ou 60 dias que serão suficientes para haver a reversão de tudo isso.

Então um exercício que trabalhe com um bloqueio respiratório – jamais será indicado. Essa inclusive é uma recomendação do Colégio Americano de Medicina Desportiva – a maior referência de exercícios do planeta para qualquer pessoa que almeje saúde, quem dirá para uma pós-parto!

  • Porque não usar o bloqueio respiratório? Porque ele é perigoso para uma pós-parto?

Durante o bloqueio respiratório – a glote (por onde o ar passa) é fechada e a pressão interna do seu corpo (intra-abdominal) aumenta muito. Isso aumenta a pressão do seu tórax e com isso há uma diminuição de sangue que chega no coração. Como um mecanismo de sobrevivência (isso significa que não é normal – ainda mais para uma mulher com alterações do coração e dos vasos), o cérebro exige um aumento do batimento cardíaco e da pressão sanguínea para manter adequado o bombeamento de sangue e líquidos para órgãos e corpo).

Veja na imagem o grande bloqueio respiratório e tensão que ocorre quando você aplica o hipopressivo.

 

Bloqueio respiratório - riscos após a gravidez
Bloqueio respiratório – riscos após a gravidez

 

Diante desse conhecimento da fisiologia do corpo materno, optei por nunca usar em meus programas exercícios com bloqueio respiratório. Minha opção sempre foi baseada na segurança, fisiologia e recomendações de autoridades internacionais.

 

  • RAZÕES BIOMECÂNICAS (movimento do seu corpo) PARA NÃO SE USAR O HIPOPRESSIVO

Existem muitas mudanças nos ossos, articulações, músculos da mulher com a gravidez. Com isso costelas, o quadril e a postura permanecem alterados até ter um trabalho que ajude o corpo a voltar.

Aí vem a pergunta clássica … Mas Gizele … o corpo não volta sozinho depois de um tempo?

A verdade é que isso dificilmente acontece. Considere-se sortuda a que consegue, e verdadeiramente … a grande maioria que você vê que teve o corpo de volta, acabou acertando de forma inconsciente nos exercícios ou tratamento, ou tem uma genética muito boa, ou treino anterior. Por qualquer um desses motivos ela não teve a barriga tão detonada.

No entanto muitas mulheres se matam de fazer exercícios ou vão atrás do método hipopressivo por ele ter se tornado famoso. E esse infelizmente não trabalha com uma biomecânica correta e a que você realmente precisa.

Veja o que aconteceu com as costelas da gestante na figura abaixo …

a. Mudança nas costelas – veja como elas abrem para dar espaço para o bebê. O detalhe é que elas não fecham naturalmente também na maioria das mulheres. Por isso você fica com elas diferentes e também sem sua cintura.

Mudanças no corpo da gestante
Mudanças no corpo da gestante

 

Toda essa região aumenta em circunferência … E não apenas na região da barriga. As costelas também precisam se mover para dar espaço para seu bebê.

E aqui começa o primeiro problema do hipopressivo. Veja na foto como as costelas são usadas de forma aberta nos exercícios.

 

Riscos do Hipopressivo após a gravidez

 

Pois bem … Como essas costelas irão fechar, se você faz exercícios para elas abrirem cada vez mais?

Isso não ajudará a que seu corpo volte, te deixando sem cintura! Muitos argumentam que reduziu medidas, mas essas medidas não significa que sua cintura voltou ou que ficou mais marcada. Como você trabalha a musculatura ela tem certo retorno, e com isso há redução de medidas, mas não a tão sonhada “antiga cintura”.

Você já viu um espartilho? Qual é uma das funções dele? Apertar o corpo e as costelas para te dar cintura.

 

ENTÃO O EXERCÍCIO QUE VOCÊ PRECISA FAZER, TEM QUE TER A

FUNÇÃO DE UM ESPARTILHO!!!

 

b. Diástase: A diástase é um processo natural do movimento da barriga na gravidez. No entanto, muitas mulheres tem uma diástase que foge do padrão, resultando num rompimento.

Veja o que acontece …

Diástase na gravidez - riscos do hipopressivo
Diástase na gravidez

 

Da mesma forma que as costelas precisam se fechar, você também precisa de exercícios que tenham e façam essa função, isto é, que ajam fechando e acionando os músculos e a região central da barriga. E da mesma forma então os exercícios hipopressivos, por mais que façam sua barriga entrar … não fazem especificamente essa ação de fechar.

E sabe porque? Porque as costelas precisam ser fechadas também para que os músculos sejam acionados de forma correta, o exercício apenas suga a barriga, MAS NÃO FAZ ESSA REGIÃO FECHAR.

 

Para isso então você precisa ter um CONJUNTO SELECIONADO DE EXERCÍCIOS …

Isso porquê em cada fase da recuperação, terá um exercício certo e que respeite a fase de volta da barriga e mudanças ósseas.

Durante anos usei muitos exercícios que deram certo com minhas alunas e sendo procurada pelas redes sociais entendi que precisava estar levando isso para mais mulheres.

No decorrer dos anos, com essa seleção de exercícios criei UM MÉTODO. E hoje através desse método tenho conseguido resultados muito lindos com minhas alunas agora pela internet.

No meu programa existe uma sequência de vários exercícios, selecionados e que evoluem gradativamente respeitando todas as limitações do seu corpo.

Eles têm a seguinte função então … Trazer aquilo que estava aberto para a posição fechada e dessa forma fazer sua barriga não só voltar, mas também FECHAR OU MELHORAR UMA DIÁSTASE

 

Projeto Fim da Diástase
Projeto Fim da Diástase

 

Então agora que você entendeu 3 motivos pelos quais eu não uso e não concordo com a técnica hipopressiva … Você pode então entender o porquê meus exercícios dão resultados tão positivos como os da imagem abaixo.

 

Resultado do programa Pós-parto / Mães em Forma
Resultado FINAL do programa Pós-parto / Mães em Forma

 

Resultado de 15 dias do programa após a gravidez
Resultado de 15 dias do programa Mães em Forma

 

Resultado do programa após a gravidez

 

E se você deseja também ter esses resultados e está cansada de ficar pagando sessões e tratamentos, você também pode fazer parte desse projeto e do time de alunas que conseguiram não só ter a barriga de volta, mas também melhorar a diástase.

Clicando no botão abaixo você pode conhecer e ter acesso ao programa e ter sua auto-estima de volta, seu corpo, sua barriga, suas roupas, seu humor e também sua alegria de olhar-se novamente no espelho.

Te espero lá … depois do clique no botão !!!

 

Clique aqui e conheça o Gravidez em Forma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *