Como manter o peso ideal na gravidez?

Por Gizele Monteiro

Dicas de como manter o peso ideal na gravidez:

  1. Conhecer as conseqüências de ganhar muito peso durante a gravidez. Você pode sofrer com hemorróidas, varizes, estrias, fadiga, indigestão e dores nas costas. Ao manter uma quantidade saudável e moderada do ganho de peso na gravidez pode prevenir e amenizar a severidade desses sintomas. Ganhar muito peso também pode aumentar seu risco de desenvolver diabetes e hipertensão gestacional, além de um problema futuro para manter o peso.
  2. Entenda que a quantidade saudável de peso que você deve ganhar durante a gravidez é determinado por aquilo que você pesava antes de engravidar (IMC – índice de massa corporal). Veja as tabelas em outros posts em meu blog.
  3. Converse com seu médico e um nutricionista especializado para acompanhar a evolução de toda a sua gravidez. Pesar-se vai mantê-la responsável, menos propensa a comer em excesso, e mais propensa a reagir, se você perceber que ganhou muito peso. Por isso a orientação é essencial.
  4. Comer de forma saudável, baixo teor de gordura nas refeições e uma alimentação cheia de vitaminas e nutrientes. Você vai comer uma pequena quantidade de calorias a mais que você normalmente faria. Isto não é “comer por 2”, como muitas pessoas pensam e falam.
  5. Consulte o seu médico sobre tomar vitaminas pré-natais.
  6. Mantenha-se ativa! Continue ou comece a fazer exercícios físicos. Existem programa especializados para atender gestantes.
Como você pode manter-se ativa com nosso programa Mais Vida Gestantes (www.maisvidagestantes.com.br):
– atendimento domiciliar ou em local de escolha,
– atendimento em consultoria,
– Clínica Tactus Fisioterapia: Shopping Deck Norte – Lago Norte – Brasília
– atendimento em Portugal – www.maisvidagestantes.net

Obesidade e Gravidez – complicações associadas

Por Gizele Monteiro

A obesidade na gravidez pode causar muitas complicações. Essas complicações vão desde a saúde da gestante, saúde do bebê, como também riscos para o parto.

Quanto mais acima do peso a gestante estiver, maiores as chances de complicações ocorrerem na gravidez. Mas há coisas que a mamãe você pode fazer antes e durante a gravidez por ela e também para que seu bebê fique mais saudável!

Para saber se você está com sobrepeso ou obesa, descubra o seu índice de massa corporal (IMC) antes de engravidar. O IMC é um cálculo com base no seu peso e altura.

  • Se você estiver com sobrepeso, seu IMC é de 25,0-29,9 antes da gravidez. Duas a cada 3 mulheres (66%) em idade reprodutiva (15 a 44 anos) estão acima do peso nos Estados Unidos. Não se engane, nossas estatísticas não estão tãooo distantes assim.
  • Se você é obesa, o seu IMC é de 30,0 ou mais antes da gravidez. Cerca de 1 em cada 4 mulheres (25%) é obesa nos Estados Unidos.

Que tipo de complicação o sobrepeso e obesidade causam na gravidez?

  • Antes da gravidez – INFERTILIDADE, dificultando a mulher a engravidar,
  • A pressão arterial elevada e pré-eclâmpsia – uma forma de pressão arterial elevada durante a gravidez. Ela pode causar sérios problemas para a mãe e o bebê,
  • A diabetes gestacional – aumento da glicemia durante a gravidez,
  • Complicações durante o parto e nascimento, incluindo ter um bebê muito grande (chamado grande para a idade gestacional) ou a necessidade de uma cesariana (secção-c)
  • Aborto – quando um bebê morre no ventre antes de 20 semanas de gravidez
  • Natimorto – quando um bebê morre no ventre materno antes do nascimento, mas após 20 semanas de gravidez
Alguns destes problemas, como pré-eclâmpsia, pode aumentar as chances de parto prematuro. O nascimento prematuro é o nascimento antes de 37 semanas completas de gestação. Esta é cedo demais e pode causar sérios problemas de saúde para seu bebê.
Orientações nutricionais e a associação de exercícios físicos são meios importantes para a saúde da gestante. Ambos irão contribuir para o maior bem estar da mamãe e consequentemente do bebê.
*O Mais Vida Gestantes apresenta além do programa gestante e também o programa pré-gravidez e pós-parto para auxiliar as mulheres em qualquer fase. Entre em contato!

Nutrição na Gestação – controle de peso e gravidez saudável

Por Gizele Monteiro

A  nutrição na gestação desempenha um papel vital para promover uma gravidez saudável. Além de ser responsável pela alimentação do bebê, também é responsável pelo controle de peso na gestação.

Já comentamos em outros posts que a mulher terá um aumento de peso durante a gravidez. No entanto, a quantidade de peso que a mulher deve ganhar durante a gravidez depende do peso pré-gravidez.

Aumento de peso na gravidez:

  • Se você está na faixa de peso saudável com IMC – 20-25, recomenda-se um ganho de peso de 11,5-16 kg,
  • Se você está na faixa de sobrepeso com IMC 26-29, recomenda-se um ganho de peso limite de 7-11,5 kg,
  • Se o seu IMC é maior que 30, recomenda-se obter um ganho de peso meno em torno de 6 kg durante a gravidez,
  • Se você está na faixa de peso com IMC <19 – apresentando baixo peso, recomenda-se um ganho de peso de 11,5-18kg.

Seu médico sempre deve ser consultado para uma melhor orientação, sendo indicado também nos casos mais sérios um acompanhamento nutricional muito próximo. Isso possibilitará a saúde do seu bebê e também a sua, evitando doenças ou complicações.

A perda de peso durante a gravidez não é recomendada. Alcançar um peso saudável antes da concepção é o mais indicado.

Se você deseja emagrecer para engravidar, um trabalho especializado e direcionado para esse objetivo deve ser realizado por um personal gestante e um nutricionista especializado. Chamamos esse programa de PRÉ-GRAVIDEZ.

Faça uma correta nutrição na gravidez, seu filho merece este presente.

Como perder peso após a gravidez

Por Gizele Monteiro – personal gestante

Pós-parto em forma by Gizele Monteiro
Pós-parto em Forma by Gizele Monteiro

O motivo de escrever este post é que tenho visto que cada dia mais as novas mamães estão em busca de métodos ou dietas para perder peso após a gravidez que podem ser considerados muito arriscados. Elas querem voltar à sua antiga forma o mais breve possível. Elas pulam de uma técnica de perda de peso no pós-parto para outra apenas para ter seu corpo pré-gravidez de volta.

Se você é uma delas, então você está lendo o post certo!

Vou te orientar sobre formas saudáveis e mais eficazes para perder os quilos indesejados após o parto e que ainda te deixarão super disposta para cuidar do seu bebê.

Antes porém, seria bom lembrar que a gravidez é uma fase linda na vida de cada mulher. No entanto, a fim de trazer uma outra pessoa no mundo, a mulher passa por várias mudanças e, às vezes, ela tem que fazer sacrifícios também. Depois de ter o bebê, sua visão na frente do espelho pode não ser tão atraente como você quer que seja. Mas, se você estiver disposta a entender como manter-se saudável, você pode definitivamente alcançar sua melhor aparência. Veja como:

1- Perder peso após a gravidez com exercícios

Exercícios após a gravidez by Gizele Monteiro
Exercícios após a gravidez by Gizele Monteiro

 

Uma das maneiras mais eficazes para alcançar a perda de peso pós-parto é através do exercício. Depois de ver o seu médico para a liberação pós-parto, você tem uma luz verde para treino. Geralmente, se você deu à luz de parto normal, você pode começar a fazer exercícios leves em torno de 30 dias após o parto. Se você passou por uma cesárea deve aguardar um pouco mais, entre 40 e 60 dias, conforme sua recuperação e liberação do seu médico.

A caminhada e os exercícios de fortalecimento, posturais e alongamento são exercícios leves bem interessantes para este momento.

A recuperação da sua barriga será excelente se você tiver uma orientação específica e adequada. Não realize exercícios abdominais tradicionais no início e também ser passar por um teste de diástase. Esse retorno deve ser feito de forma adequada.

Lembre-se que durante os próximos seis meses, suas articulações e ligamentos ainda estarão soltos devido a ação hormonal que sofreram na gravidez e exercícios com carga excessiva podem ser lesivos.

Seja cautelosa nos seus passos. Se você quiser um treino bem estruturado, recomendo a orientação de um profissional especializado.  Eles podem lhe dar ótimas dicas de como perder peso após a gravidez de forma mais saudável, segura e eficaz.

2- Perder peso após a gravidez com dieta

Seguir uma dieta para perder de peso no pós parto pode também ser obtida seguindo-se uma alimentação saudável. Se você estava fazendo uma boa alimentação quando ainda estava grávida, então não terá dificuldade apenas seguindo o mesmo plano, adequando claro as suas novas necessidades para o aleitamento materno, mas sem exageros e mantendo-se saudável. O ideal seria conversar com um nutricionista sobre os alimentos que você deve comer mais, pois estará amamentando. Você deve lembrar também que mais do que perder peso, é mais importante focar na dieta para nutrição do seu corpo.

Dicas básicas sobre uma dieta para perder de peso no pós parto

1. só coma o que é saudável

2. coma sempre com moderação – muitas reclamam que tem uma fome desesperadora, veja se está respeitando os horários das suas refeições

3. cuidado com as visitas, normalmente servimos coisas mais calóricas e saborosas e nessa é que acabamos comendo coisas que não ajudarão a voltar a forma

4. mãos a obra – seja ativa!!!

Desejo muito sucesso nesta jornada!

 

Sobre o Pós-parto em Forma e a volta da barriga (by Gizele Monteiro)

O treinamento presencial ou consultoria para treinamento à distância ajudarão a você atingir suas metas! Entre em contato e saiba mais!

e-mail – [email protected]

Fone – whats app – 11 9 9651.8909

 

Dieta e Gestação – o que evitar na gravidez

Por Gizele Monteiro

Dieta e gestação é um tema muito amplo para ser abordado. Estarei postando frequentemente artigos que

abordam o assunto.

Uma dieta saudável é fundamental para ter uma gestação saudável. Boa nutrição é essencial para garantir que o corpo de uma mãe possa dar ao bebê o alimento que ele necessita para se desenvolver e crescer.

O que evitar na gravidez:

  • Cafeína: algumas autoridades sugerem a limitar café a 3 – 4 xícaras pequenas por dia, alguns como o Departamento de Saúde dos EUA sugere para evitá-lo completamente.
  • Limitar a ingestão de peixe para não mais de 2 porções por semana.
  • Adoçantes artificiais: use com moderação. Evidências mostram que ele pode não ser tão saudável durante a gravidez. Adoçantes à base de:
  • – SACARINA – deve ser restrita por se mostrar permeável à placenta, isto é, ela passa na placenta chegando ao feto, e é pouco excretada pelo feto. O aumento deste produto está associado com tumores malignos e prejuízo no crescimento de crianças.
  • – CICLAMATO – algumas evidências mostram se relacionar com um menor ganho de peso fetal.
  • Chá de Ervas: alguns chás de ervas são seguros para beber durante a gravidez. Estes incluem cascas de frutas cítricas, gengibre, erva-cidreira, laranja e rosa chá do quadril. Evite chá de camomila.
Segue um post apresentado pela Dra. Mirtes Stancanelli no site do nosso programa – Mais Vida Gestantes para esclarecimento sobre o uso de adoçantes na nossa gestação.