Mamãe – como manter a forma no verão?

Mamãe – Como manter a forma nas férias de verão? Por Gizele Monteiro

 

Magra no verão – programa com efeito 3 em 1 – Efeito Cinta Modeladora

Férias, verão e certamente combina ainda uma praia, uma piscina, corpo mais a vontade.

O verão é uma das épocas mais animadas do ano e certamente as pessoas aproveitam para curtir o calor.

Mas mesmo estando de férias é possível controlar a alimentação e manter alguns cuidados para que você não engorde muito nesses dias.

Além desses cuidados, sei que a desculpa que a gente usa, e claro, cheia de razões (risos) é que não conseguimos incluir exercícios por causa das crianças.

 

Exercícios em Casa facilitam sua vida

Pense comigo … não ter que sair de casa, fazer seus exercícios em casa, ou até você possa fazer em qualquer lugar, tudo fica mais fácil.

 

** ALERTA!

“Com toda certeza engordar no verão, irá piorar sua diástase. E como resultado disso, piorar sua auto-estima e até sua disposição. Então, estabeleça uma rotina, inclua os exercícios e siga em frente no projeto Mamãe Magra no Verão”.

 

Preparei uma lista de dicas para você curtir seu verão, mantendo a forma. Então curta sua praia, piscina e certamente essas dicas vão te ajudar.

DICAS – EXERCÍCIOS NO VERÃO:

1- Aproveite o tempo livre incluindo a caminhada em intensidade moderada. É excelente. Faça sem exageros, principalmente se estiver amamentando.

2 – Está sedentária? Faça até 20 minutos. Fracione o tempo da caminhada, realizando pouco tempo várias vezes ao dia, 10 a 15 minutos – 2 a 3 vezes aodia;

3 – Já pratica exercícios? Pode aumentar esse tempo para 20-30 minutos – 1 vez ao dia, mas sempre controle o cansaço e observe a temperatura do dia. Não prolongue mais que esse tempo se estiver amamentando;

4- Se ficar dolorida ou cansada, aquela sensação de fadiga, descanse no outro dia. É importante “não ficar dolorida”, pois a dor é provocada pelo exagero de exercícios, isto é, seu corpo passou dos limites.

Infelizmente existe a cultura que é bom ficar dolorida, mas na verdade NÃO É. Seu corpo não estava preparado e você excedeu o quanto ele suporta;

5- Use protetor solar, independente do horário do dia, boné ou chapéu;

6- Use roupa confortável. Caminhar na orla da praia precisa de tênis adequado e com amortecimento;

7- Caminhar na areia é ótimo! Pode usar a água como resistência “se a praia for plana”;

8- Cuidado com a caminhada em praia de tombo (com inclinação). Não é a mais indicada para caminhar. Sua postura fica desalinhada, aumentando risco ou piorando a dor lombar. Prefira a orla;

9- Faça exercícios EM CASA! O programa online Pós-parto – Mães em Forma tem vídeo-aulas e planilhas para fazer exercícios em casa ou onde você quiser.

 

Mamãe em forma no verão by Gizele Monteiro

 

SEUS TREINOS EM CASA

As aulas recuperam sua barriga com ou sem diástase. Também tem treinos especiais para queimar calorias e esculpir seu corpo.

Esculpir seu corpo, emagrecer e ainda fortalecer seus músculos posturais, pélvicos, recuperando a terrível diástase. Isso melhora as dores nas costas, escapes de xixi e ainda turbina seu corpo.

O programa ajudará na motivação de você buscar também um estilo de vida e alimentação saudável.

 

DICAS saudáveis FICAR EM FORMA NO VERÃO:

10- Hidratação antes e depois dos exercícios é a lei, ainda mais se você estiver amamentando.

11- Alimentação – para finalizar, claro, modere no que irá comer!

Portanto procure alimentos leves, saudáveis e com menos calorias. O verão é ótimo para entrar em forma. Então te espero no programa.

O melhor passo para o ano novo

Você pode curtir suas férias, feriados e o verão aderindo ao programa Pós-parto – Mães em Forma.

Para conhecer o programa clique no botão e siga com o cadastro até a página de apresentação do programa!

Saiba mais sobre o programa online Pós-parto – Mães em Forma – Clique no botão abaixo!

Corselet melhora barriga e diástase?

Será que o corselet melhora a barriga e a diástase?

Na ânsia de querer sua cintura de volta e fazer a barriga voltar muitas mulheres cometem o erro de usar cintas ou até pior … os famosos espartilhos – corselet ou corset.

E o que é ainda pior e mais grave … acham que vão resolver a diástase com esse espartilho.

 

“NÃO! NÃO VÃO E VOCÊ PODE NÃO SÓ AGRAVAR SEU CASO, MAS TRAZER OUTROS PROBLEMAS SÉRIOS PARA SUA SAÚDE!”

 

Me espantei com o crescimento do uso para esse fim. Tenho recebido muitas mensagens sobre ele.

Mas resumindo: “É PIOR QUE CINTA MODELADORA”.

 

Se quiser entender mais também sobre o efeito da cinta modeladora preparei um vídeo no meu canal do Youtube … assista depois de ler o artigo completo.

 

Por que o corselet é pior que cinta modeladora?

Então vamos entender melhor o por que o corselet pode ser tão ruim para sua saúde?!

O uso de corselets e corsets através do método tight lacing – do inglês “laço apertado” – traz as mulheres o sonho daquela cinturinha fininha.

Mas na verdade ele faz isso empurrando as últimas costelas – chamadas de costelas flutuantes – para dentro, dando aquela impressão de cintura fininha, e deformando sua caixa torácica, empurrando seus ossos para dentro.

É por isso que sua cintura afina.

Atente-se ao parecer médico com dessas alterações. Eles são unânimes em alertar os riscos :

“Ao optar por usar corselet, as mulheres estão deformando a caixa torácica, empurrando não só as costelas, mas tb o osso esterno para dentro. Existem sérios riscos nessas mudanças.” 

Ao deformar as costelas a sua respiração muda junto, tornando sua respiração debilitada e totalmente fora do padrão.
Mas esse dano pode não parar por aí por causa da forte pressão interna no corpo.

 

Corselet melhora barriga e diástase?

Além disso, por causa da pressão, os músculos abdominais não trabalham, então eles enfraquecem e perdem a função.

Com isso sua barriga se torna mais fraca e flácida, portanto ADEUS barriga durinha.

Os médicos são unânimes em esclarecer os riscos associados ao uso do corselet. Veja abaixo:

 

Riscos associados ao uso do corselet:

➡️ respiração prejudicada por causa dessa alteração e pressão da caixa torácica;

➡️ essa deformidade na caixa torácica, pode prejudicar a principal função dela, que é a de proteger os órgãos internos.

➡️ o corselet apertado faz com que a expansão da região do abdômen seja dificultada.”A expansibilidade e a capacidade pulmonar ficam reduzidas, podendo gerar atelectasia, que é a dificuldade de uma área do pulmão conseguir se expandir”;

➡️ refluxo ou esofagite por causa da grande pressão e afinamento na região dos órgãos abdominais;

➡️ mudança da pressão nos vasos do abdômen, prejudicando o retorno do sangue para o coração. Com esse efeito o sangue fica parado nas pernas, o que pode causar inchaço e varizes – tanto varizes internas quanto externas”;

➡️ se vc tem uma escoliose ou algum outro desvio postural poderá ter dor ou inflamação da sua coluna;

➡️ a compressão dos órgão com o estrangulamento também aumenta a pressão sobre os órgão pélvicos e pode provocar mais escapes de xixi, principalmente pós gravidez onde essa musculatura pélvica já está fraca.

Portanto como você vê a listinha de malefícios é grande.

✋ ✋ Então FUJA dos espartilhos ✋

Exercícios com efeito cinta modeladora

Para sua cintura e barriga voltarem, ou você reverter a diástase, precisa de exercícios certos, seguros e organizados para a recuperação das sequelas da gravidez.

Exatamente por isso que meu programa online foi desenvolvido.

Os exercícios do programa tem esse efeito que você sonha … o efeito de cinta modeladora!

👉🏻 Para conhecer o programa Clique no botão abaixo, siga com seu cadastro que você será direcionada para a página da apresentação completa de todos os efeitos do programa.

A partir de 7 a 15 dias você já verá melhora da sua barriga de grávida!

 

 

SOS Barriga de Mãe

Gizele Monteiro

SOS Barriga de Mãe – Por Gizele Monteiro – Programa Online Pós-parto – Mães em Forma

 

O bebê nasceu e você se depara com uma barriga flácida, murcha e o pensamento … meu Deus … será que um dia minha barriga volta? Será que um dia recupero essa barriga de mãe?

Muitas não conseguem ter sua barriga de volta e ficam por anos aguardando e nada! E não entendem o porquê?

Então começa a saga …

  1. A primeira coisa é recorrer a tratamentos estéticos, mas mesmo assim, pouco sucesso é visto.
  2. Depois vão para dietas e exercícios, afina pensam que é gordura. E nada também.
  3. Resolvem ir ao médico, e até que descobrem que essa barriga de mãe pode ser por causa de uma diástase.

 

Diástase? Mas o que é isso?

A diástase abdominal pós gravidez é uma das maiores queixas da estética feminina depois da gravidez.

E isso acontece por que a diástase deixa a barriga estufada, mole parecendo gordura, ficando aquele aspecto como se ainda estivesse “grávida”. Isso quando não há uma grande alteração como um buraco estranho na barriga ou até mesmo um grande avental, aquela dobra. Pode haver também um calombo cada vez que você faz força.

 

Como você sabe se sua barriga de mãe é a diástase? 

A primeira coisa é realizar o teste da diástase. Um auto-exame simples de ser feito.

Você irá localizar a separação muscular e também as medidas e localização dessa separação.

Para saber mais sobre o teste e também o programa você pode baixar meu e-book gratuito – Como ter a barriga reta depois da Gravidez. Basta se cadastrar agora mesmo para baixar o ebook grátis.

O e-book está orientando sobre as alterações da sua barriga e também o auto-exame – teste da diástase.

 

Após realizar o teste e importante entender que a diástase NUNCA está sozinha.

Além da diástase outras alterações acompanham nosso corpo e barriga – com ou sem a diástase – períneo fraco, fraqueza abdominal e a má postura.

Então todo esse conjunto acaba comprometendo toda a estética do seu corpo.

 

Quais os passos para melhorar a barriga?

Mas então será que tem jeito? Dá pra melhorar? O que fazer?

Sim, tem jeito e dá pra melhorar, porém há apenas um caminho para FUGIR DA CIRURGIA … os exercícios especializados!

Para melhorar a diástase é necessário que haja uma ordem lógica de exercícios especiais e com um passo a passo evoluindo para recuperação do seu corpo.

 

“Fica o alerta que exercícios tradicionais e com vácuo não são recomendados e podem piorar o quadro.”

 

O programa que desenvolvi tem 4 fases recuperando desde o controle mais básico de força até definição final da barriga, deixando-a reta e em forma.

Os exercícios especiais que desenvolvi no programa Pós-parto – Mães em Forma respeitam a volta saudável da barriga e do corpo, revertendo a diástase e conseguindo devolver seu corpo.

Então para saber mais sobre o programa – CLIQUE NO BOTÃO. Dê esse passo de mudar a história do seu corpo!

Ebook grátis Teste da Diástase

 

ALERTA!


– Recuperar a barriga não é apenas uma questão estética, mas é importante também para sua “saúde pélvica e corporal”.

– Assim com esse rompimento dos músculos abdominais – diástase – há uma perda de força abdominal e isso também se associa com uma debilidade do períneo, podendo levar a escapes de xixi (incontinência urinária) e aumentar o risco da queda dos seus órgãos com o passar dos anos, tanto bexiga, quanto útero – conhecido como PROLAPSOS – queda de órgãos. Isso tudo por que os músculos abdominais funcionam como uma parede de contenção para manter seus órgãos no lugar. Normalmente fraqueza do períneo está associada à diástase.

– Saúde da sua coluna – sua coluna sofrerá com dores por causa da fraqueza abdominal que acompanha a diástase.

Então CUDE-SER AGORA!!

 

 

Como acabar com a barriga pós-parto?

Como acabar com a barriga pós-parto? Essa é a pergunta que mais recebo nas minhas mídias!!

Barriga Pós-parto – o pesadelo das mulheres

A barriga pós-parto é o pesadelo de muitas mulheres e infelizmente ainda não sabem que é possível recuperá-la com exercícios certos.

Muitas mulheres até recuperam seu peso, mas ficam com aquela barriga estufada e mole.

Outras tem realmente a barriga muito deformada, tendo aparência de avental, um estômago alto ou até como se fosse uma pochete.

Existem alguns pontos importantes:

1. SUA POSTURA:

Sua postura pode estar piorando sua barriga. A postura é uma das bases que foram alteradas na gravidez.

Infelizmente o dia a dia de cuidados com o bebê, amamentação, o tempo de colo, abaixa e levanta … tudo isso pode piorar ainda mais a barriga.

2. EXERCÍCIOS ERRADOS:

Exercícios tradicionais como abdominais, agachamentos, pranchas, etc pode piorar muito sua barriga, principalmente se você tiver diástase.

Já atendi casos que a diástase surgiu por exercícios praticados no HIIT – circuitos de emagrecimento, Crossfit, Musculação.

Muitos exercícios aplicados nessas modalidade podem ser lesivos para um corpo não recuperado.

Infelizmente até o Pilates que tem sido aplicado o mesmo tem acontecido. Os profissionais usado muitos movimentos de malabarismos.

Dessa forma esses exercícios forçam sua barriga, períneo e postura.

Isso não permite a recuperação.

3. A DIÁSTASE E FRAQUEZA ABDOMINAL

Desde que a cantora Sandy anunciou que sua barriga ficou com diástase, as mulheres descobriram a vilã da sua barriga.

Sim a diástase junto com várias debilidades que a acompanham (conforme relatado acima e no vídeo abaixo) deixa a sua barriga disforme.

Ela provoca várias tipos de barriga conforme sua localização. Isso dificulta muito vocês acreditarem que é possível melhorar sem cirurgia.

Assista o vídeo e entenda mais !!

Um  programa e não um exercício!

Infelizmente ainda buscam um exercícios isolado.

Frequentemente me perguntam … Gizele qual o melhor exercício?

Que exercício tenho que fazer?

Que exercício fará minha barriga voltar?

O corpo não funciona assim com apenas um exercício.

Seria o mesmo que você ir ao médico e ele te prescrever apenas 1 dose do medicamento.

E exatamente por isso que eu fiz meu programa!

O programa Pós-parto – Mães em Forma organiza toda a rotina e sequência de exercícios que irá recuperar seu corpo de dentro pra fora.

Os 3 pilares do programa são feitos com exercícios que focam a postura, a força abdominal especial com ativações seguras e o trabalho de períneo nesse conjunto.

Venha fazer parte desse time de alunas que conseguiram recuperar sua barriga e sua auto estima. Clique no botão abaixo e faça seu cadastro para saber mais …

Diástase pós-parto: tudo o que uma mãe precisa saber

A diástase pós-parto pode estar sendo a causa da sua tristeza e da sua baixa auto-estima sabia?

Por mais alegria que um filho traga há algo na nossa auto-estima que fica afetado quando o corpo está transformado.

Ainda mais quando o tempo passa, você até recupera seu peso, mas a barriga insiste em ficar. Você recorre a dietas, tratamentos e nada da barriga sumir.

Até que você descobre que está com uma diástase pós-parto.

Mas a alegria dura pouco por que te falam que sua barriga só vai voltar com uma cirurgia.

 

ERRADO !!! COM EXERCÍCIOS CERTOS E ESPECIALIZADOS É POSSÍVEL VOCÊ TER A DIÁSTASE PÓS-PARTO REVERTIDA!

 

Infelizmente recebo muitas mulheres que se tornam minha alunas e que como você caíram na depressão, vergonha do corpo, não conseguem ir a praia, colocar um biquini ou uma roupa mais justa, tem medo de nunca mais terem seu corpo de volta e não querem passar por uma cirurgia.

Tudo isso por que seu corpo e principalmente sua barriga foram transformados por causa da diástase pós-parto.

O que muitas não sabem é o porquê a diástase aconteceu e qual a solução para ter de volta seu corpo antigo.

Mas para seu alívio, a diástase tem como melhorar.

.

O QUE É DIÁSTASE ?

A diástase é o afastamento que acontece na sua barriga na gravidez.

Portanto esse afastamento é provocado pelo crescimento da sua barriga, para criar espaço para o bebê … isso então deve ser natural.

Mas esse espaço em grande parte das mulheres foge do padrão, ficando grande ou ocorrendo um rompimento do tecido por seus músculos não aguentarem.

Ela tem localização e isso reflete no tipo de barriga, conforme a imagem.

 

Tipos de Diástase e Barriga

 

Esse rompimento ou afastamento acima do natural acontece por que seus músculos não suportam o grande alongamento e volume da barriga.

Existem vários fatores, mas músculos abdominais fracos somados a desequilíbrios do corpo vão fazer a diástase aparecer.

Avalia-se a severidade da diástase pela distância gerada entre os músculos e ela tem – largura, comprimento e profundidade.

Muitos profissionais avaliam de forma errada, considerando apenas a largura como referência.

Você pode aprender como avaliar no meu e-book GRATUITO . Baixe pelo site – clique na imagem!

É exatamente esse rompimento e separação que deixam sua barriga feia e estufada.

A diástase pós gravidez contribui para você ter dor nas costas, problemas de coluna como hérnia de disco ou ciatalgia, hérnia umbilical ou os escapes de xixi.

Isso por que esses músculo tem uma função muito importante de organização o corpo, e sustentar os órgãos e ainda trabalha com relação com o quadril.

 

COMO VOCÊ PODE PREVENIR A DIÁSTASE PÓS-PARTO?

Quando a diástase acontece, nas próximas gestações ela pode piorar.

Muitas mulheres até têm sua barriga de volta e não percebem que a diástase aconteceu, e dessa forma na próxima gravidez ela ficará pior.

Minha orientação como a única especialista que cuida de reverter a diástase e corpo com exercícios funcionais, indico que toda a região seja recuperada e fortalecida.

Nesse vídeo da segunda gravidez você entenderá por que é importante fazer exercícios corretos para recuperar seu corpo o quanto antes.

 

 

Fortalecer toda região com exercícios certos e especializados já é uma das recomendações médicas e o mais importante fazer antes e durante a gravidez. Sempre com exercícios especializados!

E por que estou frisando tanto sobre exercícios especializados?

Por que não são todos os exercícios e modalidades que podem ser feitos.

Muitos exercícios vão piorar a diástase e consequentemente deixar sua barriga mais estufada e maior.

Se você está grávida e quer saber mais – clique aqui!

Infelizmente os profissionais não sabem como fazer essa prevenção. Fato que muitas celebridades vêm sofrendo com esse mal.

A cantora Sandy foi a primeira a relatar a diástase. Ela contou que demorou mais de um ano tentando voltar a ter a barriga que tinha antes da gestação com exercícios.

Claudia Leitte, Giovanna Antonelli , Thais Fersoza estão na lista de celebridades que sofreram com a diástase pós-parto.

Algumas mamães me perguntam: mas como elas tiveram diástase com tantos recursos e acompanhadas por profissionais tão bons.

O fato é que a diástase pode ser evitada e melhorada ou revertida com exercícios certos. Infelizmente muitas ainda desconhecem esses cuidados!

Mas que bom que você pode conhecer !!! E esse é um dos motivos desse artigo e desse canal.

.

O TIPO DE PARTO PODE INFLUENCIAR NO APARECIMENTO DA DIÁSTASE PÓS-PARTO?

Não. A diástase pós-parto pode acontecer em mulheres que tiveram tanto parto normal como cesariana.

Para as gestantes que fizeram parto normal, assim que o médico liberar já é possível saber através de um auto exame se o problema aconteceu.

Para quem fez cesariana, o auto exame só pode ser realizado depois da liberação médica ou desconforto para movimento, pois é preciso esperar a cicatrização dos pontos.

Para iniciar os exercícios também é necessário a liberação médico. O parto normal ocorre por volta e 30 dias. Já a cesárea o comum é a liberação entre 40 a 60 dias. 

Nenhum exercício pode ser iniciado sem essa liberação que ainda pode ser individual.

 

COMO SABER SE VOCÊ ESTÁ COM DIÁSTASE?

Falei acima do auto exame. Para saber se você tem diástase pós-parto, sua localização e quais as medidas que ela tem, você pode aplicar o auto exame.

Assista o vídeo e baixe meu e-book GRATUITO que indiquei acima.

Se houver o rompimento vice sentira sua mão afundar, sentirá um espaço entre os 2 músculos abdominais.

 


Somente a volta de exercícios certos e especializados fará com que esse tecido rompido seja regenerado.

Fazer exercícios tradicionais e gerais NÃO é o caminho para trazer a musculatura de volta ao normal.

 

COMO TER SEU CORPO DE VOLTA?

Quando a diástase é funcional sua barriga recupera sozinha.

Porém quando ela ultrapassa os limites ou há o rompimento do tecido que sustenta e separa os músculos abdominais, sua barriga não voltará sozinha. FATO!!

A diástase na grande maioria não apresenta sintomas, mas pode gerar vários incômodos que nem todos estão atentos, mas são por causa da diástase.

Esse desequilíbrio do corpo gerado pela diástase causa dor nas costas, escapes de xixi, hérnia umbilical, hérnia de disco, além da sua estética comprometida.

Portanto saber o que fazer e ter os exercícios certos e especializados será o caminho.

E importante … fazer exercícios errados irá piorar seu quadro.

Fuja de abdominais tradicionais, pranchas, agachamentos com barra nas costas, burpees, além disso, os aeróbicos … corrida, pular corda, jump … e etc!!!

 

UMA ESPECIALISTA E REFERÊNCIA PARA TE AJUDAR!

Gizele Monteiro no Programa Você Bonita

“Durante anos estudando no mestrado e mais os vários anos de experiência acadêmica e em atendimento, me levaram a achar um caminho para recuperar a temida diástase.

Ao me deparar com a grande necessidade das mulheres, elaborei um método e um programa que pode ser aplicado em qualquer lugar, inclusive no conforto da sua casa.

Eu como mãe, portanto sei muito bem que muitas vezes é complicado sair de casa, ainda mais para treinar!

Ou ao voltar do trabalho ainda ficar com o coração partido entre deixar sua família pra ir para academia.

No final … a família e as tarefas acabam vencendo.

Gizele Monteiro no programa Pós-parto – Mães em Forma

Só quem tem filhos sabe o quanto abdicamos e a opção de fazer treinos em casa é uma grande solução.

E o melhor … por ter elaborado um programa com todos os cuidados, você não precisará se preocupar com exercícios errados.

Cuidado por que muitos programas online mostram imagens de mães treinando, mas não tem nada de especializado.

Meu programa foca diástase e recuperação da barriga, postura, períneo, esculpir o corpo e também tem circuitos detonadores de gordura para quem precisa emagrecer.

Além disso, ponto muito importante – NÃO PREJUDICA a amamentação.

O Pós-parto – Mães em Forma é 100% online.

Então esse programa é uma opção eficiente, rápida e fácil para sua rotina. Você faz em casa, perto do bebê, ou quando ele estiver dormindo.

Para saber mais do programa clique no botão abaixo e siga com seu cadastro para ver a apresentação do programa …

 

 

 

 

Segunda gravidez – barriga maior é normal?

Segunda Gravidez – barriga maior é normal?

 

Quem já não viu todas falando … Ah minha barriga nessa gravidez está aparecendo muito mais rápido, está maior!! Mas será que isso é normal?

Sabe o tema – “recuperar-se depois da gravidez ou se preparar para a nova gravidez” é totalmente desconhecido pelas mulheres !!!

As mulheres não sabem que precisam se preparar para a próxima gravidez!

Constantemente ouço … Mas não é melhor eu esperar, engravidar e depois cuidar e me recuperar tudo de uma vez?

 

Quando vejo alguém falando isso eu até vontade de chorar e falar … querida não faça isso!

Ao contrário … Você precisa agir agora!
Percebi que muitas mulheres não sabem e não entendem a importância de recuperar seu corpo para uma próxima gravidez.

Recebo diariamente mensagens com as mesmas queixas em minhas mídias. Segue um exemplo …

 

Relatos de piora da barriga após segunda gravidez
Relatos de piora da barriga após segunda gravidez

 

Por isso resolvi escrever esse artigo!

Você imaginaria que seu corpo poderia ficar pior numa próxima gravidez ?! ??
Nunca não é verdade ?!
E muitas que percebem seu corpo alterado ainda cometem o pior erro de todos … pensam … “Ah eu engravido de novo e depois arrumo tudo numa plástica!”
.
Se você é uma das que pensa assim vou te alertar !! JAMAIS, vou repetir , JAMAIS cometa esse erro.

Vou listar abaixo o que pode acontecer com seu corpo :

 

1. DIÁSTASE

A diástase irá aumentar. Mesmo que você ainda não a tenha percebido, ou também você tinha ficado com uma muito pequena da gravidez anterior, ela poderá aumentar justamente porque toda a região está fraca e instável.

Há grande queixa das minhas seguidoras e alunas que só perceberam a diástase na segunda gravidez, mas na verdade toda a região já estava suscetível ou ela já estava aí e apenas você não tenha percebido.

….

 

2. PELE FLÁCIDA

Sua pele poderá ficar mais flácida e sobrará mais pele.
Sabe aquela pele sobrando ?! Como seus músculos estão fracos e não fazem mais o suporte, a sustentação pra pele, ela será mais alongada ainda e esse desgaste a deixará mais flácida e com mais sobra. Então o momento de conter isso é antes da gravidez, fazendo seus músculos se recuperarem e serem o novo suporte para a próxima gravidez. Sabe aquela frase comum … “na segunda gravidez a barriga aparece mais rápido . Parte disso acontece por que esses músculos estão fracos.

 

Segunda gravidez – flacidez na barriga

3. ESTRIAS

Estrias – a estria aparece quando a pele é muito alongada. Então a flacidez irá contribuir para elas aparecerem ou “piorarem” nessa segunda gravidez.

Lembro que os tratamentos para a pele são os mais caros e a pele a que menos se vê efeitos. Então entenda o que estou falando com muito carinho por que sua auto estima poderá ser muito abalada.
Lido todos os dias com mulheres que ao se depararem com a realidade do seu corpo, não conseguem se aceitar. E isso acontece por uma “simples falta de conhecimento, falta de saber o que e como fazer”. E eu posso te ajudar !!

….

 

4. ESCAPES DE XIXI

Escapes e perdas de xixi.

Quem sustenta e controla o xixi, é o seu períneo. O períneo quase nunca se recupera sem exercícios depois da gravidez. Faça o teste! Tente manter por 30 segundos esses músculos contraídos. Contraia como se fosse segurar para não fazer xixi. Quanto menos tempo conseguir fazer isso, mais fracos eles estarão.
Qual o risco na próxima gravidez? Por que isso é importante?
Quando esses músculos não sustentam bexiga e útero há 2 riscos – aumentar os escapes e você ter uma queda de órgãos – chamado de prolapso.

 

Prolapso do útero

 

5. POSTURA

Sua postura numa segunda gravidez irá piorar e você ter problemas na coluna ou hérnias de disco
Sua postura não só é alterada na gravidez, mas ela continua piorando com os movimentos repetitivos de cuidados com o bebê. Imagine então o que acontecerá na próxima gravidez. Essas sequelas se somam. Muitas mulheres ficam com dores nas costas, dores no quadril, dores nas pernas, pioram uma escoliose. E isso tudo acontece por 3 razões :

Razão 1. Sua postura não foi trabalhada para voltar, então ela irá piorar.
Razão 2. Sua barriga está solta e fraca, então ela não ajudará na volta da postura
Razão 3. Seu períneo está fraco e não sustenta todo o seu corpo e postura.
Cada um desses pontos “PRECISA” ser recuperado antes da próxima gravidez. E esse é o motivo desse artigo !
Te dar o caminho!

….

SEGUNDA GRAVIDEZ – ASSISTA O VÍDEO QUE PREPAREI – CANAL DO YOUTUBE!

….

No vídeo que gravei para o meu canal do YouTube eu explico também com mais detalhes como se preparar para a segunda gravidez e como reverter essa situação da piora do seu corpo e barriga. Assista que vale a pena!

 

E por isso comecei esse artigo dizendo que você precisa agir agora!

As mulheres não sabem disso e por isso ficam tão infeliz com seus corpos.

Então se você quer mudar isso agora e nem correr o risco de ter tudo piorado na próxima gravidez,  eu posso te ajudar com meu programa Pós-parto – Mães em Forma poderá te ajudar. Clique no botão e baixe meu e-book gratuito para saber se tem diástase … na sequência do cadastro você será transferida para a página de apresentação do programa. Lá você encontra todas as informações e apresentação para aderir !!

.

.

PS 1 e 2.

1. Preparei um artigo também completando as explicações do por que a barriga aparece mais rápido e se isso tem como ser contido – clique aqui !!

 

2. Se você está grávida, está lendo esse artigo e pensando … então sou um caso perdido. Clique aqui que tem um artigo explicando o que você precisa fazer e como eu posso te ajudar. Nem tudo está perdido mas é importante você agir agora.

Escoliose e Gravidez

Escoliose e Gravidez – Por Gizele Monteiro

 

Será que a escoliose é um risco para a gravidez e será que ela pode provocar complicações?

Resolvi escrever esse post porque vi que a escoliose é temor em muitas mulheres que desejam uma gravidez, assim a primeira coisa que quero discutir é …

 

1. Será que mulheres com escoliose podem ter complicações na sua gravidez?

Do ponto de vista fisiológico a escoliose NÃO traz riscos para a mamãe e para o bebê.

As ocorrências e problemas que podem ocorrer são mais ligadas a queixas e incapacidade de movimentar-se, então vamos entender algumas alterações gestacionais que devem ser acompanhadas por quem tem uma escoliose mais severa.

Durante a gravidez, naturalmente há grande mudança postural e nem sempre (aliás poucas vezes) a mulher está preparada para essas mudanças.

O ideal então seria a mulher se preparar não só fisicamente para a gravidez, mas também posturalmente. Realizar exercícios direcionados para a postura, direcionados para fortalecer e alongar músculos que serão bem sobrecarregados na gravidez.

 

#Portanto a “primeira orientação” se você está querendo engravidar é … prepare-se para a gravidez.

 

Essas mudanças posturais que ocorrem durante a gravidez, juntas com o crescimento do útero (e do bebê) alteram o funcionamento do diafragma (o músculo respiratório) mais para o final da gestação. Isso por que ele tem menos espaço para realizar sua função e movimento. Essa limitação no movimento dele, do ponto de vista fisiológico,  poderá ser o maior incômodo para a mulher com escoliose.

Na verdade isso já é muito e natural da gravidez – pode perceber que praticamente toda gestante se queixa de ficar sem ar, se sentir mais cansada, uma certa dificuldade em respirar. E é aí, que dependendo do nível da escoliose, essa pode ser uma queixa mais acentuada … mais falta de ar ou cansaço.

Então nos casos de você apresentar uma escoliose mais grave, isso pode ser intensificado. É importante então ter um trabalho postural para o controle dessa alteração durante a gravidez.

 

2. Que problemas podem acontecer então ?

Portanto analisando … as complicações ligadas a esse desvio estão mais ligadas as mudanças biomecânicas do que fisiológicas.

Por isso um bom trabalho postural e exercícios especializados ajuda muito nesse conforto e equilíbrio fisiológico para o bebê. Mais adiante falarei dos exercícios …

 

A. Dor nas costas

Outro ponto importante a ressaltar nessa questão biomecânica é a dor nas costas.

 

A dor nas costas e quadril é a queixa mais comum da gestação.

Atinge praticamente 70% das gestantes.

 

B. Hérnia de Disco e Gravidez

A hérnia de disco é comum entre as gestantes. Ela pode acontecer por que o aumento do peso abdominal desloca o eixo de equilíbrio e dessa forma provoca uma acentuação na curvatura lombar, isto é, acentuará mais sua lordose lombar.

Isso pode levar a dores nas costas e, aumentar a chance da hérnia de disco aparecer.

Mais uma vez vemos …  a importância de preparar o corpo para a gravidez, fortalecendo a musculatura que protege e estabiliza sua coluna.

 

C. Meu bebê está em risco?

O bebê não está em risco simplesmente porque a mãe tem escoliose.

Na verdade, a maioria das mulheres com escoliose não tem nenhum problema com filhos.

No entanto é bom sempre comunicar ao médico obstetra e anestesista sobre a escoliose se ela for acentuada. Dependendo da curva da coluna vertebral, uma epidural pode ser mias delicada ou impossível para algumas mulheres com escoliose. Apresentar sempre o caso será sua maior segurança e conforto nas dúvidas.

A GRAVIDEZ PODE PIORAR A ESCOLIOSE?

Sim!

De forma geral após a gravidez muitas mulheres ficam com sua postura pior. Essa postura inclusive piora no pós-parto com os cuidados com o bebê.

Muitas mulheres se não tem dor nas costas na gravidez, podem tê-las após a gravidez. Há aumento de risco de hérnias de disco.

Principalmente no terceiro trimestre, você deve ter mais cuidado com suas costas e postura.

Por causa dos hormônios liberados durante a gravidez, os ligamentos são naturalmente mais relaxados. Isso pode levar ao aumento dos ângulos do desvio e a dor nas costas, quadril ou perna podem aparecer.

Para aquelas que tiveram cirurgia de fusão espinhal, dor nas costas de longo prazo e diminuição da satisfação com a cirurgia são comuns após a gravidez.

IMPORTÂNCIA DOS EXERCÍCIOS PARA GESTANTES COM ESCOLIOSE

 

A prática de exercícios especializados e direcionados para o fortalecimento das costas, barriga e períneo ajudam a evitar essa dor nas costas e no quadril durante a gravidez.

 

Essa dica e orientação é porque naturalmente na gravidez sua postura irá mudar. E com essas alterações posturais seus músculos serão sobrecarregados. Eles trabalharão da forma que nunca trabalharam. E precisam estar APTOS para isso!

Os desvios posturais de forma geral – tanto a escoliose quanto a cifose ou hiperlordose – aumentam a chance de dores nas costas e no quadril (que como visto acima já são bem comuns na gravidez).

Esse seria o “principal risco para a gravidez”.

 

Uma dor não controlada pode aumentar a possibilidade do uso de medicamentos e então ela se tornar crônica e te levar ao repouso antes do final da gravidez.

 

Todos os desvios posturais também aumentam o risco de ter diástase abdominal (veja #diastaseabdominalbygizelemonteiro ).

A diástase pode:

  • aumentar a chance de você ter dores nas costas na gravidez e depois
  • deixar a estética da sua barriga comprometida – flácida e estufada
  • aumentar o risco de escapes de xixi – conhecida como incontinência urinária

 

Que programa você pode fazer?

Aluna do programa online Gravidez em Forma

O programa online Gravidez em Forma foi elaborado considerando todos esses cuidados que você precisa, com exercícios posturais, seguros e que irão te ajudar a controlar o peso, evitar dores, evitar a diástase e escapes de xixi.

O que você faz durante a gravidez, contribui com seu bem estar e disposição tanto na gravidez quanto no pós-parto. Esses cuidados também aceleram a volta do seu corpo.

 

 

DEPOIMENTO da minha aluna – Claudia – São Paulo:
“Gi … ganho de peso ok, não sinto dores na coluna.
Em função da minha escoliose severa, fiz uma artrodese que me “presenteou” com 30 parafusos.
Meu médico sempre foi muito otimista sobre engravidar apesar da escoliose. A grande recomendação dele sempre foi controlar o peso, porque isso sim poderia me causar muitas dores.
Uma benção seu programa! Grande beijo”

 

 

Então … agora é com você!

O programa Gravidez em Forma pode te ajudar em todos esses passos!

Quer saber mais ? Então CLIQUE no botão abaixo !

 

 

Seja ativa! Bons treinos!

 

Emagrecimento Pós Gravidez

O Emagrecimento após gravidez tem etapas importantes para ser conquistado, no entanto deve respeitar alguns pontos importantes.

 

EMAGRECIMENTO X AMAMENTAÇÃO X EXERCÍCIO

O exercício ou uma alimentação conduzidos para o emagrecimento devem respeitar em primeiro lugar a amamentação, juntamente com todas as alterações que ocorreram no seu corpo durante a gravidez.

Todas nós sabemos o quanto fazer exercícios é bom para a saúde. Sabemos que o exercício tem benefícios para todo o organismo.

Também do lado da alimentação deve existir um cuidado importante, afinal o que você come será a qualidade ou não do seu leite. O leite é produzido a partir da sua ingestão de alimentos. E por isso uma alimentação saudável é essencial.

O emagrecimento promove uma melhora da sua auto-estima e o exercício também de forma indireta e por ações fisiológicas-hormonais também. Então além dos benefícios sobre o corpo, um dos que acho mais fantásticos é essa melhora da auto-estima.

Como o exercício faz bem nesse ponto! É praticamente automático quando você começa a ver os resultados.

Vejo isso todos os dias nas minhas alunas isso acontecendo.

 

Muitas pessoas acham que para entrar e voltar a forma precisa de grandes sacrifícios, mas isso não é verdade!

Você precisa apenas das informações certas para seguir saudável e do programa especializado que te conduza em segurança para cuidar da volta da sua barriga e do seu corpo.

“Eu gravei esse vídeo para o meu canal do YouTube onde compartilho 3 motivos pelos quais seu corpo não volta e você não emagrece.”

Assista e entenda como é possível …

3 COISAS QUE TE IMPEDEM DE EMAGRECER DEPOIS DA GRAVIDEZ

 

Tenho também uma outra dica para você ter um emagrecimento saudável e seguro:

 

  • Dica 1. Programa de exercícios especializados

O programa Pós-parto – Mães em Forma poderá te ajudar com todos os passos e exercícios especializados para seu emagrecimento e a volta do seu corpo.

O programa tem circuitos especializados que são verdadeiros “QUEIMADORES DE GORDURA” e te ajudarão nesse emagrecimento. Além disso o programa tem séries especiais para a volta da sua barriga e recuperação da diástase.

A diástase é uma sequela comum que é muito confundida inclusive com gordura localizada.

Muitas das minhas alunas gastaram muito $$$$$ com vários tipos de tratamentos para queimar a gordura localizada e melhorar a flacidez da barriga, mas a verdade é que sua barriga fica assim por causa da fraqueza muscular extrema e da diástase. E NENHUM DESSES TRATAMENTOS PRA GORDURA MELHORAM A DIÁSTASE … resumindo … você joga dinheiro fora.

Então dá uma olhada no que preparei pra você nesse programa incrível !!

Clique no botão abaixo e saiba mais sobre o programa!

 

 

Intensidade do exercício na Gravidez e cuidados com o coração

Intensidade do Exercício na Gravidez e cuidados com o coração ⚠♥ 
.
Todo o corpo da gestante está numa mudanças incrível, mas o coração … é o que mais sofre mudanças para suportar toda a quantidade de sangue que estará circulando no seu corpo.

Durante a gravidez o coração se adapta dia a dia ao aumento de sangue que é necessário para suprir seu corpo e do seu bebê.

Isso acontece desde o início e aumenta até chegar ao ápice no final dá gestação.

Por causa dessas mudanças e do intenso volume de sangue, equilibrar o exercício é um ponto muito importante para o equilíbrio mamãe-bebê.

 

  • INTENSIDADE DO EXERCÍCIO

O exercício não deve sobrecarregar esse coração em mudanças e a fisiologia cardio-circulatória para que haja suprimento adequado para o bebê, afinal o sistema materno-fetal é totalmente integrado.

Por isso, praticar exercícios intensos está “totalmente fora de questão!!

 

O Exercício materno não é modismo!

É saúde e deve respeitar as novas necessidades e demandas do conjunto materno-fetal!

A intensidade recomendada por autoridades internacionais é de “leve a moderada”.

…………….

A intensidade LEVE para uma SEDENTÁRIA é diferente do leve para uma TREINADA.

Mas isso “não significa” que a treinada também não deva seguir a recomendação de reduzir a intensidade.

Se você é treinada deve “reduzir carga” – tanto volume quanto intensidade – para que essa se ajuste para a recomendação.

Para ter o controle do exercício, a Frequência cardíaca deve

PROGRAMA ONLINE DE EXERCÍCIOS – DA GRAVIDEZ AO PÓS-PARTO

O programa online gravidez em Forma respeita cada critério de segurança para você e seu bebê que autoridades e pesquisas estabelecem como diretrizes.

Essa seleção segura de exercícios traz justamente a segurança e equilíbrio fisiológico do seu corpo.
.

Você pode conhecer mais o programa acessando e cadastrando-se na HOME do site do programa … www.gravidezemforma.com.br 

Esse programa tem sua prescrição até o pós-parto já pensando na intensidade de exercício também correta para esse momento. Muitos médicos não permitem a prática de exercícios depois por medo de ter uma interferência na amamentação.

Mas além da amamentação, da mesma forma que a fisiologia do seu coração na gravidez precisa ser respeitado, no pós-parto também.

As alterações cardíacas podem levar até 1 anos para serem recuperadas.

Por isso treino de forma segura e certa por toda sua gravidez e também no pós-parto.

Clique no botão abaixo para conhecer mais do programa.

 

Tipos de Barriga X Tipos de Diástase

Que tipo de barriga ficou depois da gravidez? Será que tem relação com a localização da diástase abdominal que fica após o parto?

A resposta é simples … SIMMMM!

O tipo de barriga tem tudo a ver com a diástase e localização dela.

E é isso que vou explicar nesse post.

Muitas seguidoras relatam queixas específicas sobre sua barriga, por exemplo, minha barriga ficou toda caída, pele sobrando; ficou como uma pochete, uma bola pra baixo do umbigo; fiquei com o estômago alto, super inchado e qualquer coisa que eu como ela estufa e demora horas pra diminuir e aí já está na hora de comer de novo; fiquei com hérnia e meu umbigo ficou horrível, !!! E etc, etc, etc. São muitos relatos em todos esses anos de atendimento.

Então resolvi explicar e colocar nesse artigo e assim você pode localizar e entender sua diástase aplicando o auto exame – teste da diástase (faça o teste – clique aqui para baixar o e-book gratuito para aprender). Ao aplicar você verá o tipo e localização dela. Ao final do artigo falarei sobre os passos e caminhos pra melhorar independente do tipo de barriga que tenha ficado.

BARRIGA POCHETE

Essa barriga é aquela que fica uma flacidez muito grande pra baixo da região do umbigo (exatamente onde se coloca a pochete e por isso esse nome) e ao aplicar o auto exame é possível ver que a diástase é nessa região baixa. A boa notícia é que essa é a que tende a recuperar mais rápido, mas precisa de alguns cuidados.

Porém é importante entender a grande relação desse tipo de diástase com sua postura da coluna e do quadril.

O períneo está muito debilitado e fraco nessa barriga e ele será fundamental no processo de recuperação desse tipo de diástase. Para isso o programa de recuperação deve direcionar exercícios específicos para esse grupo de músculos.

Há grande importância no processo de recuperação  ????? (clique aqui se não souber como está sua diástase)

BARRIGA AVENTAL E CAÍDA

A barriga avental está ligada à 2 tipos de Diástases … a localizada na parte baixa e a diástase que pega toda o tecido abrangendo da a região da barriga. Ao realizar o teste, você pode sentir desde cima (nas costelas) até a parte pra baixo do umbigo. Também é uma característica em barrigas muito fracas não conseguir aplicar o teste por causa da flacidez que existe.

Essa diástase também pode estar associada ao excesso de peso, no entanto na maioria dos casos não é gordura que dá esse aspecto de avental e sim o alongamento residual severo e a flacidez muscular – provocando esse efeito de queda da musculatura.

Essa barriga caída vem do grande alongamento dos músculos abdominais … fraqueza enorme dos músculos abdominais e posturais e também da diástase. Também tem alteração postural e períneo fraco.

Então pela grande debilidade da região essa queda simula muito a gordura !

O mais comum então nesses casos é a indicação de tratamentos estéticos que combatem a gordura, mas esse também é o MAIOR ERRO por que não irão melhorar nada da parte muscular. Se houver gordura ela será reduzida, mas o aspecto de avental irá continuar.

Então é onde mais a mulher gasta dinheiro! Com tratamentos que não irão resolver a diástase e a parte muscular.

Por isso não perca tem com a criolipólise ou outros tratamentos. Deixe para fazer se necessário depois da recuperação da musculatura. Isso te ajudará a poupar dinheiro.

Analise comigo … em qual das etapas da foto dessa aluna, você gastaria menos dinheiro com tratamentos? Concorda que no começo irão ser incluídos mais tratamentos, além do tempo e número de sessões.  Muitas mulheres acham que é caro cuidar com exercícios, mas gastam uma fortuna em tratamentos que não irão resolver. Esse é exatamente o caso dessa aluna. Ela tentou vários tipos de tratamentos além de exercícios que prometiam devolver a barriga.

“Quase fui a falência com tantos tratamentos que não resolveram nada da minha insatisfação com minha barriga avental”.

UMBIGO PARA FORA – COM OU SEM HÉRNIA UMBILICAL

Esse tipo de barriga está ligada a diástase na parte central – na região do umbigo.

Exercícios inadequados e o excesso de peso podem ajudar a desenvolver esse tipo de sintoma. Isso por que o peso deixa a barriga grande e isso fragiliza toda a região. Ela também está bem ligada à postura. Uma postura muito alterada é piorada com as próprias mudanças da gravidez e isso também deixa a barriga maior.

Recuperar a estabilidade postural, a força abdominal e reduzir e reverter a diástase será essencial para a melhora da região.

Inclusive é nessa região que a diástase é mais aberta e mais profunda … é por isso é a mais difícil de fechar, MAS ISSO NÃO SIGNIFICA QUE VOCÊ NÃO TERÁ SUA BARRIGA DE VOLTA. Justamente por que meu programa estabiliza todos os pontos que deixam essa região aberta.

Há melhora da hérnia e da estética do umbigo.

Da mesma forma que as outras barrigas, NÃO gaste dinheiro com tratamentos. Nem para a gordura e nem outros. Eles não resolverão uma diástase assim.

Então desde a gravidez é importante saber “o que” e “como fazer” para evitar essa diástase!! ?

ESTÔMAGO ALTO E ESTUFADO

Você ficou com o estômago alto depois da gravidez? Aquela barriga alta em cima e as costelas muito abertas? Esse tipo de barriga, as alunas reclamam que mesmo comendo pouco parece que comeram uma melancia.

Esse tipo de barriga é característica de uma diástase mais superior … pra cima do umbigo.

Da mesma forma que os tipos anteriores, essa também pode ser melhorada com exercícios posturais e especializados.

E da mesma forma que as anteriores, exercícios errados vão agravar o quadro.

Os exercícios devem ser bem direcionados ao fechamento das costelas, parte importante do processo e exatamente por essa característica é que várias alunas chegam depois de meses de treinamento, personal, academia sem conseguir sucesso de melhora. E por isso que não é qualquer exercício e método que trará melhora e resultados.

Por isso o olhar do meu programa é sempre de recuperação e reorganização do corpo!

Não existe melhora da diástase sem esse olhar de recuperação!

Então Borá acabar com esse estômago alto ?????

COMO MELHORAR A DIÁSTASE E A BARRIGA INDEPENDENTE DO CASO?

No longo trajeto atendendo gestantes e mamães e estudando esse fenômeno da diástase percebi que muitos exercícios eram pura perda de tempo e também frustrantes por que não melhoravam o que precisava ser melhorado.

Foram muitos e muitos exercícios testados.

Exercícios isolados também não funcionam! É necessário um passo a passo que trabalhe com cada alteração do corpo da mulher.

Independente do tipo de barriga e localização da diástase que você encontrou, para recuperar é importante existir a aplicação de exercícios  direcionados para cada área do corpo que precisa ser recuperada – barriga – postura – quadril.

Não existe melhora da diástase sem esse tripé de exercícios! E é necessária uma organização e evolução entre eles.

Também recebo muitas alunas de diversos métodos … todas frustradas pelo tempo perdido sem ver melhora ou quando veem é pouco. E em muitos e muitos casos há a piora da estética da barriga. Estou fazendo um reality com a Carol Castelo Branco no meu canal do YouTube sobre esse tema – clique aqui para ver.

E nas diversas modalidades existem exercícios que trabalham contra aquilo que precisa ser recuperado no seu corpo e isso é o caso de modalidades/métodos como LPF ou exercícios hipopressivos, vários e vários exercícios do crossfit, do LPO e até do Pilates e da musculação tradicional …?

? Deixo um alerta para o CrossFit e LPO também – agachamento e abdominais usados nessas modalidades (e também na musculação) irão piorar. Aliás desde a gravidez essas modalidades favorecem o aparecimento da diástase e principalmente da região do umbigo. As que vem dessas modalidades são largas e profundas.

PROGRAMA ONLINE PÓS-PARTO EM FORMA

Diante de todos esses estudos e anos de experiência reuni exercícios eficazes e consistentes num programa completo para melhora de todos esses tipos de diástase.

Se você deseja dar esse passo e ter os mesmos resultados que essas alunas – clique no botão abaixo ??