Flacidez no bumbum após a gravidez

Flacidez do bumbum

A “Flacidez no bumbum” é uma outra queixa estética comum da mulher após a gravidez. Me deparo diariamente com essas queixas, sejam pelas alunas quanto pelas minhas seguidoras nas redes sociais.

Mas porque essa flacidez após a gravidez acontece?

Na verdade, a flacidez começa a se manifestar durante a gravidez, uma vez que o corpo precisa passar por conforto para acomodação do bebê e se preparar para o parto.

Durante esse período, ocorreram diversas mudanças no quadril, incluindo o aumento necessário para o alojamento o crescimento do bebê e a preparação dos ossos do quadril para o parto. Afinal, o bebê deve passar por um canal estreito, e para que isso aconteça, os músculos do quadril precisam relaxar e diminuir o tônus. Aqui está a questão fundamental: o tônus ​​muscular.

O tônus ​​é o nível de contração natural presente em todos os músculos do nosso corpo. Quando esse tônus ​​diminui, ocorre a flacidez e a perda de força muscular, tornando esse efeito prático. Portanto, podemos considerar a flacidez como um aspecto necessário, uma vez que preparamos a pelve e as articulações da região para futuras adaptações.

O final da gravidez é o período em que essas mudanças se tornam mais evidentes, e isso pode se estender por um tempo no pós-parto. Em alguns casos, dependendo das condições e possíveis mudanças estruturais, uma recuperação completa pode não ser alcançada, comprometendo a aparência.

Seja durante a gravidez ou após o parto, é comum ouvir comentários como “minha barriga está reta” ou “meu bumbum ausente”.

Então como recuperar o bumbum depois da gravidez?

Será que é possível acabar com a flacidez do bumbum?

Todas essas mudanças mencionadas afetaram não apenas a firmeza do bumbum, mas também resultaram na perda de força em toda a região. Isso significa que você está perdendo massa muscular. A recuperação dessa massa muscular é essencial e, muitas vezes, torna-se desafiadora, a menos que você inclua exercícios em sua rotina diária.

Para recuperar a massa muscular e a força perdida, é fundamental incorporar exercícios direcionados à região afetada.

Devido à sensibilidade da área, seja durante a gravidez ou após o parto, é crucial escolher exercícios adequados para evitar desconforto. Idealmente, você deve realizar exercícios específicos durante a gravidez, desde que sejam aprovados pelo seu obstetra, para manter a força muscular (dentro dos limites do período gestacional). Após o parto e com autorização do seu médico, inicie um programa direcionado com os cuidados necessários.

A boa notícia é que você pode recuperar o seu bumbum, ou até mesmo enfrentá-lo ainda melhor, através de exercícios!

O programa Mães Sem Diástase é online e inclui sequências de exercícios específicos para ajudar as mamães a recuperar a forma corporal desejada.

Quer saber mais, clique no botão abaixo:

ebook barriga reta
Gizele Monteiro

Gizele Monteiro

É a maior especialista em Diástase e recuperação da barriga do Brasil e hoje tem alunas em mais de 70 países. Criadora dos Programas Online Mães Sem Diástase, Gravidez Sem Diástase, Pronta para Engravidar, já ajudou mais de 26 mil mulheres a conquistarem o sonho de ter a barriga reta, reverter a diástase sem cirurgia, sem remédio, sem tratamentos estéticos e nessa transformação recuperarem sua autoestima. Autora do primeiro livro no mundo sobre Diástase - Vencendo a Diástase - Buzz Editora.

Gizele Monteiro

Maior especialista em Diástase e recuperação da barriga do Brasil e hoje tem mamães em mais de 70 países. 

Criadora dos Programas Online Mães Sem Diástase, Gravidez Sem Diástase, Pronta para Engravidar

Já ajudou mais de 30 mil mães a conquistarem o sonho de ter a barriga reta, reverter a diástase sem cirurgia. 

Autora do primeiro livro no mundo sobre Diástase – Vencendo a Diástase – Buzz Editora.

Conheça Nossa Página

Canal do Youtube

Reproduzir vídeo