Novas diretrizes do ACOG para exercício na gravidez – Respostas fetais

Tradução da Diretriz do ACOG (PARTE 4) – Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach de gestantes by Gravidez em Forma

*** Os programas Mais Vida Gestantes e Gravidez em Forma seguem as diretrizes do ACOG e outras autoridades internacionais que pesquisam e buscam a prescrição de exercícios de forma segura e direcionada para as necessidades da gravidez.

 

Número 650 – Dezembro de 2015.

Comissão de Prática Obstétrica
Este documento reflete os avanços clínicos clínicos e científicos emergentes – a data e emissão estão sujeitas a alterações. A informação não deve ser interpretada como um curso exclusivo de tratamento ou procedimento a ser seguido.

 

Respostas fetais ao exercício materno
Resposta fetal ao exercício materno

 

Resposta Fetal ao exercícios materno

A maioria dos estudos sobre a resposta fetal ao exercício materno têm-se centrado nas alterações da frequência cardíaca fetal e peso ao nascer.

Estudos têm demonstrado aumentos mínimos a moderado da frequência cardíaca fetal de 10-30 batimentos por minuto ao longo da linha de base “durante” ou “após” o exercício (23-26).

Três meta-análises concluíram que as diferenças no peso ao nascer foram mínimas para nenhuma em mulheres que se exercitaram durante a gravidez comparadas com as controle – que não se exercitaram (27-29). No entanto, as mulheres que continuaram a realizar exercícios vigorosos durante o terceiro trimestre eram foram propensas a terem bebês com 200-400 g menos quando comparadas ao controle, embora não houvesse um aumento do risco de restrição de crescimento fetal (27-29).

Um estudo de corte que avaliou o fluxo de sangue na artéria umbilical, batimentos cardíacos fetais e perfis biofísicos antes e após o exercício extenuante no segundo trimestre demonstrou que 30 minutos de exercício extenuante foi bem tolerado por mulheres e fetos, em grávidas ativas e inativas.(26).

 

 

Gizele Monteiro

Gizele Monteiro

É a maior especialista em Diástase e recuperação da barriga.
Criadora dos Programas Online Mães Sem Diástase e Gravidez Sem Diástase, já ajudou mais de 15 mil mulheres a conquistarem o sonho de ter a barriga reta, reverter a diástase sem cirurgia, sem remédio, sem tratamentos estéticos...

Gizele Monteiro

Consultora de celebridades e programas de TV.  Se tornou especialista em diástase e recuperação da barriga após a gravidez. Há 20 anos atuando e estudando sobre o controle de peso na gravidez e na volta do corpo da mulher após a maternidade. Fez mestrado na UNIFESP sendo pioneira e referência sobre Exercícios para Mães e Recuperação do corpo após a maternidade no Brasil e na Europa

Conheça Nossa Página

Canal do Youtube

Abdominais tradicionais não reverte a Diástase

Descubra Como Ter a Barriga Reta Após a Gravidez

Teste da Diástase: Veja como fazer!

Faça o Teste e Descubra se Você tem Diástase

Descubra Como Evitar a Diástase na Gravidez Com essa Série Gratuita