Tensão Muscular – como identificar?

Por Gizele Monteiro – personal gestante

Você sabe como identificar uma tensão muscular?

Pontos de tensão no corpo
Pontos de tensão no corpo

A tensão muscular pode ser usada como um bom indicador do estresse físico e emocional. Toda tensão psicológica ou física se traduz por um aumento da tensão muscular, que tem como função preparar o corpo para uma situação de defesa.

Quando essas situações ultrapassam o limite do organismo suportar o estresse, existe um processo de não recuperação do organismo, produzindo tensão muscular excessiva que terá ainda outros efeitos sobre o funcionamento do corpo.

Essa tensão muscular excessiva é responsável no estado de estresse pelas contrações dolorosas de certos músculos, os quais desenvolvem contraturas, denominadas Pontos-Gatilho ou Pontos Sensíveis (nódulos duros encontrados nos músculos).

 

 

EFEITOS QUE PODEM ESTAR ASSOCIADOS AO AUMENTO DA TENSÃO

  • má postura: leva ao encurtamento muscular e estes quando forçados a um alongamento podem causar dor local e referida.
  • bruxismo: ranger dos dentes que podem ocorrer pela contração muscular crônica
  • cefaléia de tensão (ou de contração muscular): dores de cabeça que podem ocorrer devido ao aumento da tensão muscular e irritação dos pontos-gatilho.

 

Exemplo de ponto-gatilho e seu padrão de dor referida.

O ponto-gatilho (X) que produz a dor referida  pode estar associado com a cefaléia (dores de cabeça) de tensão.

A atividade física é um meio eficaz de atuar nessas situações, pois além de agir diminuindo o stress, pode atuar na musculatura fazendo com que o tecido conjuntivo e a musculatura retornem ao seu comprimento natural. Além dessa ação há também o efeito sobre o tônus muscular, diminuindo-o pela sua ação sobre os órgãos proprioceptores, principalmente quando utilizam-se os exercícios de alongamento.

IMPORTANTE

Para o relaxamento do Ponto sensível:

  • Realize sempre exercícios de alongamento ao final do seu treinamento.
  • A massagem no ponto-gatilho pode ter um resultado excelente tanto para o relaxamento muscular quanto para a postura.
  • A massagem suave pode também ser realizada antes, durante e após o alongamento.

 

EXERCÍCIO PARA RELAXAMENTO UTILIZANDO UMA BOLINHA

Massagem com bolinha em pontos de tensão
massagem com bolinha em pontos de tensão

Colocar a bolinha em uma das regiões que está sensível.

Manter a pressão por cerca de 10 segundos.

Mover para outra área com ponto de tensão e repetir.

LEMBRE-SE

  • Se estiver muito tenso(a), relaxe seus ombros e realize exercícios de alongamento movimentando sua cabeça suavemente para os lados e para frente.
  • É importante que se esses sintomas forem persistentes o você procure um médico.

CRIAMOS UM SITE PARA ORIENTAR A AJUDAR PESSOAS QUE TEM SOFRIDO COM ESTRESSE E TENSÃO MUSCULAR

ACESSE E CADASTRE-SE PARA RECEBER NOSSAS DICAS: www.tensaomuscular.com

Ginástica para Gestantes

Por Gizele Monteiro – Gizele Monteiro

A ginástica para gestante é uma modalidade em que os exercícios são adaptados e direcionados para as necessidades da gestante. Pode ser realizada em grupo ou individual.

A primeira coisa a se observar para a gestante poder praticar a ginástica para gestantes é se o médico libera para a realização de exercícios. Após esse passo a gestante está liberada para a atividade, porém todo o controle e conhecimento também deve ser levado em consideração.

As aulas devem ser programadas e direcionadas para as necessidades gestacionais, havendo sempre a ação em diferentes grupamento musculares e também exercícios com objetivos e materiais diferentes. Mesmo uma gestante sedentária pode iniciar, mas sempre com o controle do profissional que irá atendê-la.

As aulas de Ginástica para Gestantes são compostas de exercícios que tenham um objetivo para a melhora da condição aeróbica, mas principalmente é composta de exercícios de fortalecimento, os chamados localizados, e exercícios de alongamento, que promovem o relaxamento e ação em músculos sobrecarregados pelas mudanças posturais. Ambos são muito importantes para qualquer gestante.

Novas tendências de modalidades para a GINÁSTICA PARA GESTANTES

– TREINAMENTO FUNCIONAL (TF)

Com força total o treinamento funcional é uma atividade que vem ganhando espaço no mercado e com certeza deve fazer parte da composição de um programa de Ginástica para Gestantes. O  treinamento funcional tem vindo com uma tendência de mercado bem forte, pelo menos por alguns anos essa modalidade estará na lista das academias e prioridade dos profissionais.

No treinamento funcional existe uma variação muito grande de exercícios e equipamentos (materiais) que podem ser utilizados. O profissional deverá conhecer muito bem cada exercício e material para adaptá-lo para a gestante. Não são todos que ela poderá fazer. As grandes instabilidades e exercícios arriscados devem ser tirados do quadro de exercícios selecionados. Na gravidez a orientação deve ser sempre a segurança da gestante não só pela superfície mais estável (normalmente quanto mais instável no TF mais eficiente é o exercício), mas também pelo grau de dificuldade ou ação do exercício. É importante que o profissional conheça bastante da gravidez e do treinamento funcional para aplicá-lo.

O programa Mais Vida Gestantes® é especializado no atendimento para gestantes, incluindo a ginástica para gestantes em seu atendimento.

Veja também o PROGRAMA PÓS-PARTO – GINÁSTICA PARA PÓS-PARTO

Novamente dentro de um conceito inovador o Mais Vida Gestantes® traz a ginástica para mulheres no Pós-parto.

Semelhante a Ginástica para Gestantes, com todo os cuidados que a mulher nesse período precisa. Um foco no fortalecimento do músculo abdominal, músculos posturais e do assoalho pélvico, tudo com critérios de segurança para que a mulher não comprometa sua saúde e sua amamentação. Engana-se quem acha que no pós-parto pode voltar com o ritmo total. O exercício nesse período requer tanto cuidado quanto durante a gestação, pois o corpo da mulher ainda não voltou ao normal e há grande influências hormonais ainda. Desse forma o exercício intenso, independente de qual seja, pode provocar lesões e também comprometer a amamentação.

Consulte nosso site e saiba mais!

www.maisvidagestantes.com.br

e-mail – [email protected]

fones – (11) 9 9651.8909 / 7871.4162.

Grávidas podem fazer exercícios abdominais?

Por Gizele Monteiro – personal gestante

Grávidas podem fazer exercícios abdominais?

Ainda há divergências nas opiniões dos profissionais sobre a realização do exercício abdominal durante a gravidez.

Existem 2 tipos de opiniões:

1. os acham que eles devem ser restringidos durante a gestação,

2. os que acreditam que no início da gravidez a mulher pode fazer abdominais sem causar nenhum prejuízo ao feto, mas à medida que a barriga for crescendo, mesmo se ela quiser, não conseguirá mais, pelo desconforto.

3. os que acham importante por propiciarem uma boa tonificação da parede abdominal, ajudando a sustentar o abdômen grávido, a melhorar a postura da gestante e fortalecidos serão de especial importância para o trabalho de parto.

Exercício abdominal
Exercício abdominal

Independente da opinião ou literatura adotada pelo profissional que prescreverá para a gestante, a opinião do médico deverá ser respeitada em primeiro lugar, pois ele é que acompanha o estado de saúde da mamãe e do bebê.

Ainda temos que considerar:

– o nível de aptidão da gestante, isto é, se ela era sedentária ou ativa antes de engravidar. Gestantes sedentárias terão bastante dificuldade no aprendizado do exercício e não terão o nível de força adequado para realizá-lo, portanto não é interessante esses exercícios para gestantes em histórico anterior de exercício.

– a posição adotada no exercício abdominal, chamada “posição supina ou decúbito dorsal”. A execução do abdominal nessa postura deve ser evitada porque o útero com o peso do bebê pode comprimir a veia cava, limitando o fluxo de sangue e oxigênio para a mãe e o bebê. Mas isso não significa que estejam completamente excluídos todos os exercícios relacionados com a barriga, o que deve ser evitado é a posição.

Além da posição que deve ser mudada com o avanço dos meses e aumento do volume abdominal a gestante poderá não conseguir realizar os exercícios por desconforto ou perda de força devido o afastamento natural dos músculos abdominais.

“É também importante entender que exercícios abdominais realizados de forma incorreta podem gerar lesões ou a diástase abdominal. Procure orientação profissional qualificada.”

Uma das estratégias seria realizar os exercícios abdominais na posição semi-deitada ou sentada, desde que não comprometa a postura e nem seja realizado de forma incorreta.

“Não é indicado portanto realizar os exercícios abdominais na forma tradicional.”