Exercícios no pós-parto – amenizando e prevenindo a dor lombar

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

Os exercícios no pós-parto pode amenizar e prevenir a dor lombar – a famosa dor nas costas.

Dor nas costas após a gravidez
Dor nas costas após a gravidez

E engana-se quem acha que vai se livrar da dor lombar, muitas vezes ela aparece exatamente depois. Isso por causa do grande e repetitivo esforço que se faz para cuidar do bebê.

Estudos mostram que ela tende a desaparecer nos primeiros 6 meses do pós-parto, mas o fato é que quase 82% das
mulheres continuaram a ter dores por 18 meses do período pós-parto.

Na gestação, a orientação de exercícios fica limitada por causa do volume abdominal e por isso o profissional deve saber quais exercícios realizar. Infelizmente não são todos os profissionais que conhecem o suficiente para fazer essa escolha. Esse é um dos motivos do programa Gravidez e Mães em Forma dar tanta importância para a prevenção de dores nas costas. Os exercícios são selecionados desde a gravidez e continuam após, pois não todos os exercícios que a mamãe (também) pode fazer. É necessário saber se tem diástase e como está a recuperação da sua barriga

 

<< quer saber se tem diástase pós gravidez – clique aqui >>

 

Mães em Forma
Mães em Forma

O exercício na gravidez ajuda na prevenção, no entanto se você está no pós-parto, é preciso também uma seleção de exercícios com esse objetivo.

A primeira coisa é recuperar a postura e a força abdominal com exercícios especializados. Exercícios em equipamentos não são os mais indicados. Deve-se optar por exercícios utilizando halteres ou banda elástica.

Preparei para você no programa Mães em forma, um passo a passo para recuperar barriga e também a sua postura e dessa forma prevenir a dor nas costas, ou melhorá-la.

 

Sedentarismo não é a solução. Sua postura precisa ser reorganizada.

 

Saiba mais sobre o programa Mães em Forma

Clique aqui e conheça o Mães em Forma

Relaxamento na gravidez reduz níveis de ansiedade

Por Gizele Monteiro

 

alongamento-e-relaxamento-na-gravidez
Alongamento e relaxamento na gravidez

O estresse e a ansiedade são situações comuns da vida moderna. A gravidez também é uma fase em que a mulher está mais sensível, mais preocupada. Além das mudanças físicas, existem as mudanças emocionais que acontecem para que a mulher se adapte a nova vida, à maternidade. Essas mudanças, além de necessárias e orgânicas, junto com uma expectativa futura gera muito medo e ansiedade.

Vários estudos na linha de relaxamento e meditação tem sido conduzido por pesquisadores para amenizar esse quadro de ansiedade que em algumas ultrapassa pontos saudáveis.

Na minha prática de atendimento com o programa Gravidez em Forma, oriento a que as alunas tenham um momento de relaxamento com exercícios de alongamento, relaxamento e massagem. Isso tem sido muito positivo na prevenção de dores, desconfortos e redução da ansiedade que é comum na gravidez. Observo pelos anos de experiência que essas ações ajudam muito nessa redução da ansiedade.

 

E agora as pesquisas tem dado mais atenção a essa prática. Veja o estudo abaixo conduzido na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

 

O estudo mostrou que a prática de meditação pode melhorar a qualidade de vida de gestantes, com a diminuição da ansiedade e do estresse. A pesquisa realizada pelo obstetra Roberto Cardoso, avaliou os efeitos físicos e psíquicos da meditação em 28 gestantes durante o segundo e o terceiro trimestres de gravidez – 13 gestantes meditaram.

Foram utilizados para analisar, questionários específicos que medem os níveis de ansiedade, depressão, bem-estar e tensão. Essas medidas forma feitas antes do início da prática de meditação, durante a prática e após 10 semanas. Foram também avaliados parâmetros físicos que comprovam relaxamento típico da meditação, como redução de tensão muscular e aumento da temperatura das pontas dos pés e das mãos.

Depois de 10 semanas houve a diminuição da ansiedade em todas as gestantes. O Dr. Roberto ainda observou  que as gestantes que meditaram apresentaram redução na tensão muscular e aumento da temperatura das extremidades corporais, o que também ajuda a diminuir dores musculares.

Estudos gerais apontam que cerca de 20% das gestantes apresentam estado ansioso em algum momento da gravidez.

 

 

 

relaxamento-e-alongamento-na-gravidez-by-gizele-monteiro
Relaxamento e alongamento na Gravidez

 

Esses exercícios são um exemplo de como você pode organizar sua postura, relaxar, diminuir sua tensão muscular e evitar dores.

Essa série elaborei para a revista Viva Saúde – você pode realizar 2 a 3 séries de cada exercício mantendo a posição por 10 a 20 segundos.

 

Então esse é um bom motivo para que você insira uma rotina de exercícios e relaxamento no seu dia. Será saúde para você e seu bebê.

O programa Gravidez em Forma tem orientações especiais de alongamento e massagem para que você não só previna dores, mas mantenha-se relaxada e também mantenha sua postura mais alinhada.

 

Quer saber mais sobre o programa e como diminuir o estresse e a ansiedade ?

Acesse o site com a apresentação em vídeo e escrita – << Clique aqui >>

 

 

Matéria da pesquisa – reportagem da Folha de SP – 11 set 2008.

 

Grávidas – como não engordar nas festas de final de ano

Final de ano chegou !!! E com ele a temporada de festas e a comilança.

São festas de confraternização no trabalho, festas familiares, viagens … E tudo isso regado a muita comida!

Para uma grávida que não sabe como é o seu controle de peso, isso pode ser a perda total do seu controle mesmo. E rapidamente pode iniciar o pesadelo de ver a balança subir muito em menos de 1 mês.

Então você precisa ficar de olho no que irá comer.

Há muitos excessos (comer demais), alimentos cheios de gordura, sal, doces. Não é só o fato de controlar o peso, mas também a saúde pois o excesso de sal e doce podem desencadear uma pressão alta ou diabetes.

Mas na questão “engordar” é muito mais fácil porque na gravidez, o ganho de peso pode ser muito rápido e você pode assustar muito porque o metabolismo está a mil e pode ser uma verdadeira fábrica de gorduras para a cinturinha e quadril da gravidinha.

 

“É possível aumentar facilmente 2 ou 3 quilos numa semana e, se vacilar em menos de 1 mês pode chegar a 5 quilos. Junto com o ganho de peso, pode haver também o inchaço por causa da qualidade alimentar e também do exagero em temperos”. Além claro do calor que ajudará você a inchar.

 

Gravidez e o Peso nas festas de final de ano
Gravidez e o Peso nas festas de final de ano

 

Veja algumas dicas que preparei para você não exagerar nas festas:

 

Para não exagerar nas festas:

1- É importante evitar comer os aperitivos antes da ceia, ou você pode substituir e optar pelas frutas secas e oleaginosas que são uma boa opção, mas lembre-se controle a quantidade também;

2- Controlar a ansiedade em ver a comida – nessa época as comidas enchem nossos olhos e analise se realmente você quer comer e quanto irá comer.

3- Opte por alimentos mais leves e saudáveis;

4- Consumir muitas frutas, saladas e legumes. Essa é uma opção para gerar mais saciedade antes de comer;

5- Beber água e líquidos para manter o corpo hidratado, isso também reduz a ansiedade de outros alimentos. Esqueça o refrigerante, opte por sucos naturais ou de boa qualidade – sem aditivos, conservantes e açúcar;

6- Tente se alimentar em casa antes de sair – de preferência coisas também saudáveis, pois assim quando chegar na festa não estará faminta e isso ajudará a diminuir os exageros;

 

E como você pode queimar calorias para controlar os excessos?

1- Procure inserir uma rotina de exercícios leve-moderado nesse período.

2- Caminhar é uma excelente opção, principalmente se estiver na praia. Só não esqueça do protetor e também de caminhar num período do dia em que a temperatura está mais amena, como início da manhã, final de tarde ou noite;

3- Durante a atividade considere sempre sua intensidade e duração. Não ultrapassar os 30 minutos e manter o ritmo da atividade entre leve a moderado.

Não sabe qual exercício pode ser adequado? Uma dica é seguir o programa Gravidez em Forma, que tem uma orientação online com exercícios localizados, aeróbicos e também direcionados para a postura e relaxamento e o melhor, você encontra opção para fazer em casa ou na academia porque o programa é especializado e completo;

4- Escolher um local adequado para a realização do exercício é fundamental. Ele deve sempre ser arejado, fresco e seguro;

5- Hidratar-se sempre – antes, durante e depois. Leve uma garrafinha com água;

6- Usar roupas mais leves e utilize um tênis confortável para as atividades;

7- Realizar exercícios de alongamento. Eles ajudam a prevenir os inchaços, dores nas pernas e das dores nas costas.

Você pode ter um guia completo – um curso em vídeos – com orientações – dicas – exercícios para não inchar e também evitar as dores nas costas. Uma dica é conhecer o Videobook Gravidez em Forma, ele te ajudará a evitar esse peso extra e também que você fique de repouso por causa de dores nas costas;

8 – Também para não inchar ou eliminar a retenção provocada pela alimentação mais carregada no sal e temperos, você pode fazer uma drenagem linfática.

 

Então se você está lendo esse post e já viu a dificuldade em controlar o peso e já viu os números na balança subindo, você precisa dar esse passo para conhecer o Gravidez em Forma.

<< Clique aqui para conhecer e adquirir o programa Gravidez em Forma >>

 

Informações sobre os programas online Gravidez e Mães em Forma:

  • whats app (11) 9 9651.8909

 

Siga-me no:

Instagram – @gizelemonteiro

Canal do YouTube – Gizele Monteiro