Lesões no Ciclismo – Dores frequentes – Parte 2

Profa. Ms Gizele Monteiro

Dor no Pescoço e Costas

Devido o posicionamento do tronco, na bicicleta, essa região, sofre forte tensão. São comuns os relatos de sintomas de desconforto em pescoço e ombros em ciclistas especialmente nos de longa duração. O músculo trapézio é um sítio comum de dor pela grande solicitação para manutenção da linha de visão. Dores de cabeça são a terceira reclamação mais comum em ciclistas (Mellion, 1995).

A maior parte dos problemas relatados é causada pela combinação de aumento na carga sobre os braços, ombros e hiperextensão cervical do ciclista.

Essa dor no pescoço e espasmos dos pontos-gatilho é mais comum nos músculos elevadores da escápula, mantendo o pescoço nessa posição de hiperextensão. Ainda encontramos trigger–point nas porções superiores e mediais do trapézio.

No programa Cycle Reebok (s/d) um dos erros comuns é tensionar a parte superior do corpo em lugar de reduzir os rpms ou aumentar a resistência para controlar a pedalada. Isso pode ser facilmente identificado pelo professor quando os ombros sobem em direção a orelha, e/ou arredondam para frente e a cabeça e o pescoço erguem para trás.

Um programa de exercícios apropriados inclui não só exercícios de força, mas também flexibilidade para essas regiões de coluna como um todo desde a cervical e ombros. Especialistas que tratam de ciclistas desenvolvem um programa especial de alongamento e massagem.

Membro Inferior

Podemos encontrar vários problemas no membro inferior, como por exemplo a dor anterior, lateral e posterior de joelho, e problemas em tornozelo e pé como tendinite de Aquiles e fasciite plantar.

De forma geral os exercícios de alongamento para quadríceps, isquiotibiais, banda ílio tibial, gastrocnêmio e sóleo se beneficiam para a prevenção (Mellion, 1995).

O posicionamento do pé apontado para baixo no pedal pode levar a câimbras da musculatura da panturrilha (Programa Cycle Reebok, s/d).

Gizele Monteiro

Gizele Monteiro

É a maior especialista em Diástase e recuperação da barriga.
Criadora dos Programas Online Mães Sem Diástase e Gravidez Sem Diástase, já ajudou mais de 15 mil mulheres a conquistarem o sonho de ter a barriga reta, reverter a diástase sem cirurgia, sem remédio, sem tratamentos estéticos...

Gizele Monteiro

Consultora de celebridades e programas de TV.  Se tornou especialista em diástase e recuperação da barriga após a gravidez. Há 20 anos atuando e estudando sobre o controle de peso na gravidez e na volta do corpo da mulher após a maternidade. Fez mestrado na UNIFESP sendo pioneira e referência sobre Exercícios para Mães e Recuperação do corpo após a maternidade no Brasil e na Europa

Conheça Nossa Página

Canal do Youtube

Descubra Como Ter a Barriga Reta Após a Gravidez

Teste da Diástase: Veja como fazer!

Faça o Teste e Descubra se Você tem Diástase

Descubra Como Evitar a Diástase na Gravidez Com essa Série Gratuita