Diástase depois da gravidez

Por Gizele Monteiro – Coach de Mamães – Prog. Mães em Forma

 

Você quer sua barriga de volta? Então esse post é para você!! Você pode ter ficado com uma diástase depois da gravidez!

Muitas mulheres após terem seus bebês se chocam ao se depararem com sua barriga num estado de flacidez que não esperavam.

Algumas apresentam um buraco e até algum tempo depois isso é normal, porém se você percebe que sua barriga não está voltando … há algo errado!

A estética da barriga após a gravidez está associada as grandes mudanças dos músculos abdominais. Quanto maior a barriga, mais ela será prejudicada e esse é um dos fatores que o controle de peso na gravidez é tão importante !!! O “deixa que depois eu corro atrás e recupero”… é a pior atitude que a gestante pode ter para sua saúde e para sua estética.

Além da mudança de pele, podendo essa ficar flácida, os músculos abdominais são decisivos para a volta da barriga. Durante a gravidez a abertura e o grande alongamento que ocorre nesses músculos deixa-os fracos e também distendidos no pós-parto.

A diástase além da normal e funcional (é a que não volta depois sozinha) é mais comum do que se pensa e a grande maioria a desenvolve durante a gravidez.

A definição de Diástase abdominal é a separação de seu músculo reto abdominal (na verdade são 2 – lado direito e esquerdo); um de seus músculos abdominais comumente conhecido como um dos principais do core (músculos do centro do corpo) que controlam a postura e a força do tronco). A estatística para a diástase abdominal é alta, cerca de 50% das mulheres pós-parto apresentam esta separação dos reto abdominais.

Veja os tipos e localização da diástase …

Diástase depois da gravidez
Diástase depois da gravidez

 

Saiba se você tem diástase – assista o vídeo abaixo do meu canal onde explico como fazer o teste para você descobrir se tem diástase.

 

Porque ocorre?

O aumento do útero, bebê e estruturas fetais (líquido amniótico, placenta) em crescimento provoca um estiramento e alargamento da linha alba e – que é a linha central que divide e que segura as porções direita e esquerda do músculo reto abdominal. Esse é um processo normal e funcional da gestação, porém algumas mulheres esse processo é alterado ou por um espassamento maior ou por um rompimento dessa linha alba.

Vários profissionais dizem que “se a parede abdominal não é forte o suficiente para resistir a esta pressão constante de alongar e sustentar o bebê em crescimento, a linha alba vai rasgar causando uma diástase pós-parto. No entanto tenho visto que essa ocorrência também está presente em mulheres com a musculatura fortalecida, principalmente quando exageram nos exercícios ou não sabem que exercícios podem ser feitos na gravidez. Infelizmente esse erro é mais comum do que se espera.

Quando o core (esse conjunto de músculos) está funcionando corretamente, eles proporcionam estabilidade para sua coluna durante o movimento, sustentando também o peso da barriga na gravidez.

Então ai é que entram as observações que tenho feito. Muitas mulheres não apresentam equilíbrio nesse conjunto do core. Outros fatores que tenho percebido serem risco de predisposição da diástase é o ganho de peso maior do que o necessário, expandindo mais a musculatura; ou ainda uma barriga que cresce bastante pelo bebê ser maior ou algo natural da pessoa.

Além do aspecto de flacidez que compromete a estética, a diástase abdominal enfraquece a estrutura geral do tronco e isso leva a dor lombar, quadril, pélvico, e disfunção do assoalho pélvico. Na verdade, um Core (centro do corpo) enfraquecido pode causar a dores ou até lesões de membros inferiores e superiores na prática de exercícios. E um problema maior para sua saúde é que seus músculos abdominais fracos podem levar a hérnias abdominais.

Se você tem dúvidas sobre o aspecto da sua barriga, se deseja saber se tem diástase abdominal, que tipo de exercícios pode fazer para recuperar sua auto-estima, seu corpo e sua barriga, fique ligada que no próximo post estaremos falando sobre o teste para a avaliação da condição dos seus músculos abdominais.

Cuidado !! Nunca faça abdominais tradicionais logo após a gravidez. Se você tiver diástase, ela poderá piorar, além de também piorar o aspecto da flacidez.

 ***Exercícios após a gravidez ajudam a recuperar não só fisicamente a mamãe, mas mentalmente também. Os exercícios devem ser feitos, mas é necessário um programa de retorno ou início que respeite essas condições.

Procure um personal gestante – profissional especializado em atender gestantes e mamães!

 

  • Se você quer ter um programa seguro para te ajudar a evitar a diástase – acesse e conheça o Programa Gravidez em Forma – Clique aqui .
  • Se você quer saber se tem diástase – conheça o Programa Pós-parto – Mães em Forma – Clique aqui .

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *