Salto alto na gravidez – sim ou não?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

 

Sempre comento em palestras dos riscos de usar salto alto na gravidez e no pós-parto. Simmmm, no pós-parto também tem riscos!!!

Salto alto na gravidez
Salto alto na gravidez

Inclusive em um dos bônus do e-book Gravidez em Forma oriento sobre isso.

Vou deixar um post bem didático da Dra Lívia Pondorf – instagram @ginecologiafuncional para as gravidinhas que me seguem e que chegam ao meu blog! Portanto, fica a dica!

? Uma das primeiras orientações que a mulher grávida recebe é a de deixar todos os sapatos com salto de lado, e passar a usar apenas “flat”.

? Você sabe o por quê disso? Veja os principais motivos:

? As articulações das gestantes acumulam mais líquido, acabam ficando inchadas, mais elásticas e complacentes a movimentação. Essas modificações ocorrem pois são fundamentais para o parto normal. Entretanto, infelizmente podem predispor dores crônicas, entorses e luxações. Na prática, imagine uma mulher com articulações frágeis, podendo facilmente torcer o tornozelo, por exemplo, e com isso cair e se machucar.

? Além disso com o aumento da barriga, a mulher costuma mudar um pouco seu ponto de equilíbrio, jogando as costas para trás. Chamamos essas alterações da postura de hiperlordose e hipercifose.

? Com a mudança do eixo gravitacional, é necessário dobrar o cuidado com o salto, pois pode desencadear dores na região lombar.

? Muitas mulheres que estão acostumadas a usar saltos muito altos, sentem dores ao tirar ele completamente. SOLUÇÃO ???A orientação é reduzir o tamanho do salto e usar sapatos firmes para aumentar a segurança da mamãe e evitar lesões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *