Estou grávida e agora? Como treinar?

Estou grávida! Quanta emoção!! Mas e meus exercícios? Como treinar agora?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

 

Você acabou de descobrir que está grávida! E agora bate aquela dúvida …

Posso continuar a fazer meus exercícios? Como treinar agora?

O que posso ou não posso fazer?

Existe algum risco?

O primeiro trimestre é rodeado de muitas mudanças. É o enjoo que aparece, o medo de fazer exercícios e ter um abortamento, um monte de coisas que várias pessoas te falam. E com tudo isso você acaba ficando perdida e até por causa disso com medo de treinar na gravidez.

Existem sim algumas orientações para a prática de exercícios em gestantes que se encontram no primeiro trimestre de gravidez.

  • A primeira coisa para ficar segura, é buscar seu médico e verificar como está a gestação. É importante ter a liberação dele. Jamais pratique alguma atividade sem saber se está tudo bem com sua gestação … mesmo que já esteja praticando e demorou para descobrir que estava grávida.
  • Após essa liberação … VOCÊ PRECISA REDUZIR SEU RITMO E QUANTIDADE. Reduza além da intensidade – pegar mais leve – o tempo também que fica na prática.
  • É necessário adaptar vários exercícios – mesmo sem ter barriga. Os hormônios desde o começo começam a agir nas articulações, ligamentos e também já na sua força. Por isso e também pelas razões acima, eles devem ser já adaptados.
  • Suas necessidades agora são outras – o treino que você fazia não serve mais para você. Ele terá sim que ser adaptado, por que seu corpo terá outras necessidades.
  • Você precisa de um programa especializado. Somente um programa assim terá exatamente as suas necessidades.

 

ESTOU GRÁVIDA – AGORA É HORA DE TREINOS ESPECIALIZADOS!

Muitas gestantes chegam com a dúvida … Posso continuar o Crossfit, posso continuar a correr, posso continuar com a musculação?

Minha resposta é simples … A resposta é NÃO!!

De que forma essas modalidades vão te ajudar na gravidez? Será que elas tem os exercícios que você precisa para preparar-se fisicamente para o parto, ou prevenir dores, ou te deixar com a barriga no lugar certo, ou trabalhar sua postura?

Por isso sempre reforço num programa especializado !

E exatamente por isso, reforço que meu programa gestante – Gravidez em Forma << CLIQUE AQUI >> – é exatamente o que você precisa!

Além de te ajudar no controle de peso por ter a intensidade certa, ele previne os desconfortos comuns, com toda a segurança que você precisa. Só de saber que você tem exercícios selecionados e que irão diminuir o risco de você ter diástase, já deveria ser um dos motivos para sua opção de mudança de treino.

 

DIÁSTASE NA GRAVIDEZ

Infelizmente os profissionais não saber como evitar a diástase e usam exercícios sem se preocupar com esse mal, justamente por que não tem a mínima visão e conhecimento de que é possível sua barriga ficar dessas formas abaixo.

 

Estrias - flacidez como evitar

 

Há enormes benefícios para manter seu programa de exercícios especializado durante a gravidez.

O exercício físico realizado de forma regular melhora a sua condição física e reduz os fatores de risco associados à gravidez. Ele também pode aliviar muitos dos efeitos colaterais desagradáveis do início da gravidez, tais como fadiga e náuseas.

Uma das funções mais importantes do exercício na gestação é a sua capacidade para reduzir o stress e melhorar a sem bem-estar emocional e mental. A gravidez por si só pode ser estressante.

Durante a gravidez, você também está lidando com os efeitos que essa nova realidade irá ter no seu relacionamento com o mundo. Seus sentimentos, medos e expectativas sobre si mesma, sua família com a chegada do seu bebê também são importantes. Para tornar as coisas um pouco mais complicadas, as suas emoções podem ser afetadas pelas mudanças hormonais que estão ocorrendo, deixando-a mais sensível. Isto é especialmente verdadeiro durante o primeiro trimestre de gestação.

O exercício realizado todos os dias tem que ser reavaliado, pois terá que ser bem adaptado para que você não se canse acima do ideal. Uma rotina de 3 a 4 vezes por semana (conforme sua condição física prévia) também é bem vista. E essa frequência correta irá ajudá-la a reduzir o estresse, combater a fadiga e estabilizar suas emoções.

 

Cuidados e recomendações para prática de exercícios no primeiro trimestre:

  • Se o seu exercício regular envolve esportes de contato ou de equilíbrio – como skate, sugerimos que não seja realizado durante a gravidez, para evitar qualquer quedas, lesões e traumas na região abdominal.
  • Sempre realize aquecimento antes da atividade principal.
  • Use um sutiã que ofereça um bom apoio para proteger as mamas, especialmente se estiver sentindo desconforto.
  • Beba bastante água durante o treino. Não faça exercícios com o estômago vazio. Comer um lanche leve 30 minutos antes do exercício é interessante.

 

Então nesse artigo, você já percebeu o quanto é bom fazer exercícios para você e seu bebê.

Não importa em que fase ou trimestre você esteja. Se houver a liberação do seu médico, comece!

 

Você pode aproveitar e ter o programa que realmente cuidará de você. Que te ajudará a manter-se em forma da gravidez até o pós-parto.

Então não perca essa oportunidade de acessar agora o botão abaixo para aderir ao único programa especializado para você fazer em casa ou na academia.

Te espero lá!!!

Conheça esse curso incrível (1)

Treino na gravidez – Como deve ser?

Treino na gravidez – como deve ser feito?

O treino na gravidez deve ser especial? Será que os exercícios devem ser modificados? Será que existe algum cuidado especial a ser tomado?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

Vou desvendar algumas das principais dúvidas que normalmente a mulher quando fica grávida passa a ter.

PRIMEIRA DÚVIDA

A resposta da primeira pergunta … O treino durante a gravidez, deve ser feito com mais cuidados. Isso porque todo metabolismo e fisiologia da mulher está modificando semana a semana, mês a mês, trimestre a trimestre.

A desculpa para continuar sem modificar nada, de que GRAVIDEZ NÃO É DOENÇA, não deve ser seguida. Muitas mulheres usam esse argumento para continuar na sua rotina de exercícios sem qualquer mudança. Mas esse comportamento é muito arriscado para o organismo materno, fetal e também no risco de lesões por movimentos não compatíveis com as mudanças do seu corpo.

Por isso, a melhor escolha é um programa especializado.

 

Treinar na gravidez by Gravidez em Forma

 

SEGUNDA DÚVIDA

A resposta da segunda pergunta … Os exercícios devem ser modificados para a segurança fisiológica do bebê e da mamãe, mas também para que não ocorra lesões e diástase por causa de exercícios não indicados.

Veja esse artigo que escrevi sobre a intensidade. A intensidade é uma das modificações que devem ocorrer.

INTENSIDADE DO EXERCÍCIOS – CLIQUE AQUI !

A outra é a biomecânica que é a preocupação com esse exercício não te lesionar ou provocar a diástase.

 

TERCEIRA DÚVIDA

A resposta da terceira pergunta … Os cuidados especiais a serem tomados são:

  • controlar a frequência cardíaca – isso para que o suprimento para o bebê seja mantido, mas também seu coração seja mantido em segurança. Uma Frequência Cardíaca elevada coloca seu coração em sobrecarga, diante das grandes mudanças circulatórias que já estão ocorrendo.
  • não realizar abdominais tradicionais – isso aumenta o risco de diástase abdominal.
  • a carga em exercícios de fortalecimento deve ser reduzida – isso porque a carga também determina a intensidade fisiológica, além de também sobrecarregar regiões sensíveis e com mudanças estruturais promovidas pelo hormônio relaxina nas articulações.
  • evitar exercícios de impacto – por causa do estresse sobre a coluna, assoalho pélvico e centro de gravidade.
  • selecione exercícios mais fáceis e simples para sua segurança …
  • etc …

 

Então diante dessas rápidas colocações, podemos entender que não é qualquer exercício ou modalidade que deve ser realizada.

Apesar de hoje a busca da boa forma acontecer também durante a gravidez, e sendo possível ter resultados positivos também para fins estéticos, a direção do programa não pode ser essa, mas deve ser em focar a saúde para que sua estética seja mantida. Mantendo esse foco, acredite, sua estética acontecerá.

E justamente para sua segurança foi que eu idealizei o programa online Gravidez em Forma.

O programa Gravidez em Forma tem uma seleção adequada de exercícios e uma proposta segura nos movimentos e na intensidade do seu treino.

 

O treino na gravidez deve focar músculos que serão importantes para seu corpo na gravidez e também lá no pós-parto para a volta do seu corpo de forma mais rápida.

 

Você pode ter mais informações desse programa especializado, clicando no botão abaixo …

Clique aqui e conheça o Gravidez em Forma

 

O programa Gravidez em Forma vem com o combo do programa Pós-parto em Forma … assim você tem seu programa completo … toda a gravidez até a volta do seu corpo e barriga …

Está totalmente imperdível e você não precisa mais se preocupar em como voltar a forma, ou ficar em dúvida do que pode fazer assim que seu médico te liberar.

 

 

Relaxamento na gravidez reduz níveis de ansiedade

Por Gizele Monteiro

 

alongamento-e-relaxamento-na-gravidez
Alongamento e relaxamento na gravidez

O estresse e a ansiedade são situações comuns da vida moderna. A gravidez também é uma fase em que a mulher está mais sensível, mais preocupada. Além das mudanças físicas, existem as mudanças emocionais que acontecem para que a mulher se adapte a nova vida, à maternidade. Essas mudanças, além de necessárias e orgânicas, junto com uma expectativa futura gera muito medo e ansiedade.

Vários estudos na linha de relaxamento e meditação tem sido conduzido por pesquisadores para amenizar esse quadro de ansiedade que em algumas ultrapassa pontos saudáveis.

Na minha prática de atendimento com o programa Gravidez em Forma, oriento a que as alunas tenham um momento de relaxamento com exercícios de alongamento, relaxamento e massagem. Isso tem sido muito positivo na prevenção de dores, desconfortos e redução da ansiedade que é comum na gravidez. Observo pelos anos de experiência que essas ações ajudam muito nessa redução da ansiedade.

 

E agora as pesquisas tem dado mais atenção a essa prática. Veja o estudo abaixo conduzido na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

 

O estudo mostrou que a prática de meditação pode melhorar a qualidade de vida de gestantes, com a diminuição da ansiedade e do estresse. A pesquisa realizada pelo obstetra Roberto Cardoso, avaliou os efeitos físicos e psíquicos da meditação em 28 gestantes durante o segundo e o terceiro trimestres de gravidez – 13 gestantes meditaram.

Foram utilizados para analisar, questionários específicos que medem os níveis de ansiedade, depressão, bem-estar e tensão. Essas medidas forma feitas antes do início da prática de meditação, durante a prática e após 10 semanas. Foram também avaliados parâmetros físicos que comprovam relaxamento típico da meditação, como redução de tensão muscular e aumento da temperatura das pontas dos pés e das mãos.

Depois de 10 semanas houve a diminuição da ansiedade em todas as gestantes. O Dr. Roberto ainda observou  que as gestantes que meditaram apresentaram redução na tensão muscular e aumento da temperatura das extremidades corporais, o que também ajuda a diminuir dores musculares.

Estudos gerais apontam que cerca de 20% das gestantes apresentam estado ansioso em algum momento da gravidez.

 

 

 

relaxamento-e-alongamento-na-gravidez-by-gizele-monteiro
Relaxamento e alongamento na Gravidez

 

Esses exercícios são um exemplo de como você pode organizar sua postura, relaxar, diminuir sua tensão muscular e evitar dores.

Essa série elaborei para a revista Viva Saúde – você pode realizar 2 a 3 séries de cada exercício mantendo a posição por 10 a 20 segundos.

 

Então esse é um bom motivo para que você insira uma rotina de exercícios e relaxamento no seu dia. Será saúde para você e seu bebê.

O programa Gravidez em Forma tem orientações especiais de alongamento e massagem para que você não só previna dores, mas mantenha-se relaxada e também mantenha sua postura mais alinhada.

 

Quer saber mais sobre o programa e como diminuir o estresse e a ansiedade ?

Acesse o site com a apresentação em vídeo e escrita – << Clique aqui >>

 

 

Matéria da pesquisa – reportagem da Folha de SP – 11 set 2008.

 

Grávidas – como não engordar nas festas de final de ano

Final de ano chegou !!! E com ele a temporada de festas e a comilança.

São festas de confraternização no trabalho, festas familiares, viagens … E tudo isso regado a muita comida!

Para uma grávida que não sabe como é o seu controle de peso, isso pode ser a perda total do seu controle mesmo. E rapidamente pode iniciar o pesadelo de ver a balança subir muito em menos de 1 mês.

Então você precisa ficar de olho no que irá comer.

Há muitos excessos (comer demais), alimentos cheios de gordura, sal, doces. Não é só o fato de controlar o peso, mas também a saúde pois o excesso de sal e doce podem desencadear uma pressão alta ou diabetes.

Mas na questão “engordar” é muito mais fácil porque na gravidez, o ganho de peso pode ser muito rápido e você pode assustar muito porque o metabolismo está a mil e pode ser uma verdadeira fábrica de gorduras para a cinturinha e quadril da gravidinha.

 

“É possível aumentar facilmente 2 ou 3 quilos numa semana e, se vacilar em menos de 1 mês pode chegar a 5 quilos. Junto com o ganho de peso, pode haver também o inchaço por causa da qualidade alimentar e também do exagero em temperos”. Além claro do calor que ajudará você a inchar.

 

Gravidez e o Peso nas festas de final de ano
Gravidez e o Peso nas festas de final de ano

 

Veja algumas dicas que preparei para você não exagerar nas festas:

 

Para não exagerar nas festas:

1- É importante evitar comer os aperitivos antes da ceia, ou você pode substituir e optar pelas frutas secas e oleaginosas que são uma boa opção, mas lembre-se controle a quantidade também;

2- Controlar a ansiedade em ver a comida – nessa época as comidas enchem nossos olhos e analise se realmente você quer comer e quanto irá comer.

3- Opte por alimentos mais leves e saudáveis;

4- Consumir muitas frutas, saladas e legumes. Essa é uma opção para gerar mais saciedade antes de comer;

5- Beber água e líquidos para manter o corpo hidratado, isso também reduz a ansiedade de outros alimentos. Esqueça o refrigerante, opte por sucos naturais ou de boa qualidade – sem aditivos, conservantes e açúcar;

6- Tente se alimentar em casa antes de sair – de preferência coisas também saudáveis, pois assim quando chegar na festa não estará faminta e isso ajudará a diminuir os exageros;

 

E como você pode queimar calorias para controlar os excessos?

1- Procure inserir uma rotina de exercícios leve-moderado nesse período.

2- Caminhar é uma excelente opção, principalmente se estiver na praia. Só não esqueça do protetor e também de caminhar num período do dia em que a temperatura está mais amena, como início da manhã, final de tarde ou noite;

3- Durante a atividade considere sempre sua intensidade e duração. Não ultrapassar os 30 minutos e manter o ritmo da atividade entre leve a moderado.

Não sabe qual exercício pode ser adequado? Uma dica é seguir o programa Gravidez em Forma, que tem uma orientação online com exercícios localizados, aeróbicos e também direcionados para a postura e relaxamento e o melhor, você encontra opção para fazer em casa ou na academia porque o programa é especializado e completo;

4- Escolher um local adequado para a realização do exercício é fundamental. Ele deve sempre ser arejado, fresco e seguro;

5- Hidratar-se sempre – antes, durante e depois. Leve uma garrafinha com água;

6- Usar roupas mais leves e utilize um tênis confortável para as atividades;

7- Realizar exercícios de alongamento. Eles ajudam a prevenir os inchaços, dores nas pernas e das dores nas costas.

Você pode ter um guia completo – um curso em vídeos – com orientações – dicas – exercícios para não inchar e também evitar as dores nas costas. Uma dica é conhecer o Videobook Gravidez em Forma, ele te ajudará a evitar esse peso extra e também que você fique de repouso por causa de dores nas costas;

8 – Também para não inchar ou eliminar a retenção provocada pela alimentação mais carregada no sal e temperos, você pode fazer uma drenagem linfática.

 

Então se você está lendo esse post e já viu a dificuldade em controlar o peso e já viu os números na balança subindo, você precisa dar esse passo para conhecer o Gravidez em Forma.

<< Clique aqui para conhecer e adquirir o programa Gravidez em Forma >>

 

Informações sobre os programas online Gravidez e Mães em Forma:

  • whats app (11) 9 9651.8909

 

Siga-me no:

Instagram – @gizelemonteiro

Canal do YouTube – Gizele Monteiro

Saiba quanto peso deve ganhar na gravidez

Gizele Monteiro – Personal Gestante Exercícios na Gravidez e Pós-parto

Idealizadora dos  programas Gravidez em Forma e Mães em Forma

SAIBA QUANTO PESO DEVE GANHAR NA GRAVIDEZ

Uma enquete realizada no no site da Revista CRESCER (veja aqui) mostra que a maioria das grávidas não quer engordar nem o recomendável pelos médicos. Veja os resultados:

Ganho de peso na gravidez by Gizele Monteiro
Ganho de peso na gravidez by Gizele Monteiro

Como você cuida do peso durante a gravidez?

18% – Estou tentando perder peso

50% – Tento manter o peso inicial

32% – Pretendo ganhar a quantia indicada pelo obstetra

  • ENGRAVIDOU COM PESO ADEQUADO: se você engravidou e está com peso adequado, não precisa – nem deve – se preocupar em perder ou manter o peso de antes. Esse é o único momento da vida em que a expectativa é que você aumente o seu peso mesmo (na medida certa, claro).

Uma enquete com cerca de 60 mulheres no site CRESCER mostra que a maioria não quer “engordar” nem o recomendável, o que pode prejudicar o bebê.

Parte do peso ganho durante a gravidez está relacionado ao peso do bebê e outras estruturas e mudanças como: placenta, aumento do volume de sangue, etc.

Em média, você deve ganhar de 9 a 12 kg na gestação. Se engordar menos de 5 kg, seu filho pode desenvolver alguma doença no futuro. E se engordar demais, pode ter diabetes, diz Flávio Garcia de Oliveira, obstetra. Mas a regra não vale para todas.

ENGRAVIDOU ABAIXO DO PESO: quem estava muito abaixo do peso antes de engravidar pode precisar ganhar mais quilos e vice-versa.

O importante é manter a saúde da mamãe e do bebê!

Lembramos que um programa de exercícios físicos é um meio de auxiliar no seu ganho de peso adequado, te ajudando a evitar a obesidade e doenças relacionadas a esse ganho de peso excessivo durante a gravidez!

 

UM PROGRAMA GESTANTE PODERÁ TE DAR O PASSO A PASSO E O QUE FAZER EM CADA FASE DA GRAVIDEZ

Essa é a grande diferença de um programa preparado por um Personal
Gestante e é a grande diferença do programa GRAVIDEZ EM FORMA

-> Entenda como você pode ganhar o peso adequado.

<< Acesse o site e conheça o programa – Clique aqui >>

Programa para controle de peso by Gravidez em Forma
Programa para controle de peso by Gravidez em Forma

Mudanças corporais e posturais na gravidez

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante – programa online Gravidez em Forma

 

Existem muitas mudanças corporais e posturais na gravidez.

O período gestacional apresenta diversas mudanças corporais, sendo elas fisiológicas e anatômicas as quais são provocadas por necessidades funcionais e metabólicas para a formação do bebê e manutenção metabólica da mãe.

O abdome protuso, uma marcha gingada e lordose exagerada são aspectos familiares de uma gestação normal. O útero, de um órgão estritamente pélvico, com doze semanas torna-se um órgão abdominal, deslocando os intestinos e entrando em contato direto com a parede abdominal (Artal et al., 1990).

A projeção anterior do útero, que se expande dentro da cavidade abdominal pelo crescimento ventral do feto, o ganho de peso, aumento do volume de sangue, deslocam o centro de gravidade, o qual não fica mais entre os pés. A mulher precisa se inclinar para trás para ter equilíbrio (Brook et al., 2005), resultando em aumento progressivo da lordose lombar e rotação da pélvis sobre o fêmur (causando um esforço sobre a articulação sacroilíaco e do quadril). Isso desloca o centro de gravidade de volta sobre a pélvis, evitando uma queda para frente.

 

Postura na gravidez
Postura na gravidez

 

Para manter a linha de visão e também compensar a lordose lombar, inicia-se uma série de modificações posturais (Artal et al., 1990).

A estabilidade da gestante é obtida à custa de uma carga aumentada sobre os músculos e os ligamentos da coluna vertebral e essa pode ser uma das razões da dor lombar ser tão comum na gestação.

 

Dor nas costas na gravidez
Dor nas costas na gravidez

 

Estudiosos mostram ocorrer as seguintes as trocas posturais:

  • A lordose cervical aumenta e desenvolve-se um posicionamento anteriorizado da cabeça para compensar o alinhamento do ombro.
  • A lordose lombar aumenta para compensar a mudança no centro de gravidade e os joelhos se hiperestendem, provavelmente pela mudança na linha da gravidade.
  • Os ombros ficam arredondados com protração escapular e rotação interna dos membros superiores em razão do crescimento das mamas e posicionamento para cuidado do bebê após o parto.
  • O peso transfere-se para os calcanhares para trazer o centro de gravidade para uma posição mais posterior (Gazaneo & Oliveira, 1998; Nyska et al., 1997).

 

PROGRAMA DE EXERCÍCIOS PARA MANTER A POSTURA E EVITAR DORES

Por atender tantas gestantes em anos como personal gestante, os estudos e a prática me fizeram idealizar um programa que previna dores nas costas, ajude a controlar o peso e manter a gestante disposta para continuar com sua rotina profissional ou vida social.

O programa online Gravidez em Forma, é o único programa que ajuda você a não engordar e te mantem disposta e ativa na gravidez.

Veja o depoimento Dra. Giovana Portella – Pediatra e aluna do programa Gravidez em Forma. Ela se manteve ativa, controlou seu peso, não gastou dinheiro com roupas de gestantes e trabalhou até dias antes do parto. E o melhor … estava preparada para enfrentar o parto normal e em “19 dias” teve seu corpo de volta.

Saiba mais sobre o programa … << CLIQUE AQUI >>

CORE – Importância e exercícios para sua função na gravidez e pós-parto

Por Gizele Monteiro – personal gestante – programa Gravidez e Mães em Forma

 

Core, sua importância e exercícios para sua função na gravidez e pós-parto

Core – centro do corpo – tronco e pelve

Core training – ação sobre o conjunto de músculos que controlam o centro do corpo.

Músculos do Core

Músculos do Core

Durante a gravidez há uma grande mudança sobre os músculos do “Core”, não só pelas alterações hormonais e fisiológicas, mas também pelas grandes mudanças biomecânicas impostas pelo bebê que cresce dentro do útero. É claro que essa volta e recuperação no pós-parto não acontece imediatamente e por isso deve ser respeitada.

Os exercícios que trabalham os músculos do core tem função muito importante sobre o controle postural, ajudando a manter ainda a estabilidade da coluna e prevenir dores, as tão indesejadas dores nas costas que gestantes e mamães normalmente sentem.

Além disso, ajudam a manter as funções do assoalho pélvico as quais vão sendo modificadas por ação hormonal durante a gravidez para preparar essa região para o trabalho de parto, portanto esses músculos vão ficando mais fracos e de certa forma mais soltos (com um tônus muscular diminuído) e os exercícios para o core auxiliam na manutenção desse controle.

A bola suíça é um excelente material para usar com a gestante (desde que se sinta confortável com esse material) porque por sua instabilidade aciona naturalmente essa função do core, para que a gestante se mantenha sentada e em equilíbrio, além disso ela é confortável para sentar-se porque molda-se ao corpo, ajustando-se na região do quadril, facilitando também o alinhamento postural.

Exercícios respiratórios adequados (sem bloqueios ou ventilações exageradas) para a grávida e para a recém-mamãe, com a atenção na movimentação das costelas, ação dos músculos abdominais e do assoalho pélvico serão excelentes para a ação conjunta do core, não se esquecendo sempre da postura alinhada e reorganizada para tais exercícios, pois essa alinhada já se inicia a relação profunda de todo esse core.

Assoalho pélvico

Assoalho pélvico

A manutenção da ativação abdominal, a medida que eles vão sendo alongados pela gravidez ajudam no próprio controle postural, e dessa forma inicia-se o ciclo essencial para o bom desempenho de todo esse core, postura, manutenção de uma boa respiração e prevenção de dores.

A prática de exercícios respiratórios e em alinhamento postural ajudar a promover a atividade coordenada de todo esse conjunto de músculos.

 

Para ter um programa gestante especializado, equilibrado e saudável – acesse o site http://gravidezemforma.com.br/programa-gravidez-em-forma

Dor nas costas na gravidez

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach – Gravidez em Forma – programa online

 

A dor nas costas acomete muitas mulheres na gravidez.

Infelizmente poucas sabem que os exercícios aliviam as dores e outros desconfortos.

Dor nas costas na gravidez
Dor nas costas na gravidez

À medida que a barriga cresce durante a gravidez, o centro de gravidade do corpo da mulher muda e com isso todo o restante do corpo tem que fazer um ajuste. O movimento natural compensatório do corpo é inclinar o tronco um pouco para trás e isso faz com que a coluna lombar e o quadril sejam forçados, o que resulta em dores nas costas.

Essa compensação gera uma sobrecarga nos músculos da região lombar por causa do aumento de peso e uma mudança na forma de caminhar devido ao alargamento do quadril. Esses músculos na grande maioria das pessoas, incluindo gestantes são fracos e encurtados, o que complica e aumenta o risco da gestante ter dor lombar – a famosa dor nas costas.

“Tudo contribui para o incômodo que elas podem sentir”, afirma a personal gestante Gizele Monteiro, mestre pela Unifesp em exercícios na gravidez e autora do livro “Guia Prático de Exercícios para Gestantes” (Phorte Editora) e do e-book “Gravidez em Forma” (encontrado pelo site gravidezemforma.com.br).

Em entrevista ao programa Bem Estar da rede Globo, mostrei vários exercícios que aliviam e previnem as dores.  Também mostrei algumas mudanças ergonômicas que podem reduzir a pressão sobre essa região e evitar a dor nas costas.

Vale a pena assistir o vídeo!

 

Para acessar um programa que te ajude na prevenção das dores acesse o link oficial do programa << Quero conhecer o programa Gravidez em Forma – Clique aqui >>

Saiba como ter uma gravidez em forma e saudável para evitar dores e peso excessivo na gravidez.

Te espero lá!

Nutrição na Gestação

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach – Gravidez em Forma

 

Dicas e orientações para uma alimentação saudável - Gravidez em Forma
Dicas e orientações para uma alimentação saudável – Gravidez em Forma

Sem dúvida a nutrição na gestação, tem como meta estabelecer uma alimentação equilibrada para o desenvolvimento saudável do bebê e também manter a saúde e funções da mulher.

Uma alimentação equilibrada e saudável na gestação é um dos maiores presentes que você dá ao seu bebê.

O ideal é adotar um plano de alimentação saudável antes da gestação, mas independente do período gestacional que você se encontra, nunca é tarde para começar! Quanto antes você entender esses benefícios, melhor também será para o seu controle de peso.

O fornecimento de energia ao seu próprio corpo com uma mistura saborosa de alimentos nutritivos pode fazê-la se sentir mais saudável durante a gestação, e pode ajudar a estabelecer bases essenciais de crescimento e de saúde geral para seu filho.

Aluna do programa Gravidez em Forma
Aluna do programa Gravidez em Forma

A comida que ingerimos diariamente afeta a forma como nosso corpo funciona. Durante a gravidez ela também determina a saúde nutricional básica com que nossos filhos nascem e nos primeiros anos de infância, fornece um modelo para os seus hábitos alimentares durante a infância, podendo ser um modelo para a vida toda.

Você já ouviu falar nos primeiros 1000 dias do bebê?

Esses 1000 dias compreendem todo o período gestacional até 2 anos do seu bebê. Esse tempo é muito importante para a saúde futura do seu bebê.

Portanto a gestação é o momento da sua vida que seus hábitos alimentares podem afetar diretamente outra pessoa, além claro, de você e também sua saúde.

A decisão de incorporar legumes, cereais integrais e leguminosas, proteína,  e outras escolhas sábias do alimento em seu plano alimentar antes e durante a gestação vai dar ao seu bebê um bom começo na vida.

*Não se esqueça de incorporar nesses novos hábitos saudáveis o exercício físico.

 

No programa Gravidez em Forma, há um guia com orientações e dicas saudáveis … << Clique para ver e conhecer mais sobre o programa >>

Que Tipo de Atividade Física devo fazer quando estiver Grávida?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach – Programa Online Gravidez em Forma

 

Programa Gravidez em Forma - na sua casa
Programa Gravidez em Forma – na sua casa

As mulheres grávidas devem fazer como forma de atividade física tanto a atividade aeróbica como a de fortalecendo muscular

Formas de Atividade física para a grávida:

• A atividade aeróbia é qualquer atividade física que faz o seu coração e os pulmões trabalharem , como por exemplo, caminhada rápida, natação, jogging (apenas para as que já praticavam), hidroginástica, bicicleta ou outros equipamentos da academia – elíptico, transport.

• A atividade física para fortalecimento muscular pode incluir atividades e exercícios como a musculação (desde que liberada pelo médico), treinamento funcional adaptado, ginástica localizada adaptada, exercícios de fortalecimento para a postura – esse último no programa Gravidez em Forma tem foco especial, pois é muito importante para manutenção da postura, posição correta da barriga para não forçar tanto a musculatura e também evitar a diástase, etc.

Os exercícios do assoalho pélvico também são importantes durante a gravidez e são recomendados para todas as mulheres grávidas. Eles podem ajudar a fortalecer os músculos de seu assoalho pélvico que são colocados sobre pressão durante a gravidez e especialmente durante o parto. No programa Gravidez em Forma << Clique aqui para conhecer mais >>, além de ter exercícios específicos, indico o uso de aplicativos para ajudarem nos diferentes tipos de trabalho e ativação para esses músculos.

O objetivo da atividade física durante a gravidez é para que você possa manter um nível de aptidão física boa durante toda a gravidez. No entanto, você não deve treinar para competições ou eventos desportivos. Outro dia vi uma gestante jogando tênis e apesar da sua grande habilidade com o esporte, teve uma queda durante o jogo. Infelizmente falta consciência em muitas mulheres dos riscos associados com a gestação, apesar do alto nível de treinamento.

Você precisa ter cuidado sobre o tipo de atividade física que você escolher para não correr o risco de qualquer dano a si mesmo ou seu bebê. Muitas mudanças ocorrem no seu corpo durante a gravidez. Por exemplo, alterações hormonais podem afetar os músculos e ligamentos. Devido a isso, as articulações podem ficar com maior mobilidade durante a gravidez. Se você não for cuidadosa e, dependendo do tipo de atividade física que você faz, isso pode aumentar sua chance de lesão. Há também a mudança do centro de gravidade e da visão periférica com o aumento da barriga.

 

Programa Gravidez em Forma by Gizele Monteiro
Programa Gravidez em Forma by Gizele Monteiro

 

Então que tal buscar um programa especializado, que traz segurança para você e seu bebê, além de ter a intensidade certa para que ajudar no ganho e controle de peso?

Acesse agora o site do programa Gravidez em Forma.

<< Clique aqui – Quero conhecer o programa que me deixará em forma durante a gravidez >>