Relaxamento na gravidez reduz níveis de ansiedade

Por Gizele Monteiro

 

alongamento-e-relaxamento-na-gravidez
Alongamento e relaxamento na gravidez

O estresse e a ansiedade são situações comuns da vida moderna. A gravidez também é uma fase em que a mulher está mais sensível, mais preocupada. Além das mudanças físicas, existem as mudanças emocionais que acontecem para que a mulher se adapte a nova vida, à maternidade. Essas mudanças, além de necessárias e orgânicas, junto com uma expectativa futura gera muito medo e ansiedade.

Vários estudos na linha de relaxamento e meditação tem sido conduzido por pesquisadores para amenizar esse quadro de ansiedade que em algumas ultrapassa pontos saudáveis.

Na minha prática de atendimento com o programa Gravidez em Forma, oriento a que as alunas tenham um momento de relaxamento com exercícios de alongamento, relaxamento e massagem. Isso tem sido muito positivo na prevenção de dores, desconfortos e redução da ansiedade que é comum na gravidez. Observo pelos anos de experiência que essas ações ajudam muito nessa redução da ansiedade.

 

E agora as pesquisas tem dado mais atenção a essa prática. Veja o estudo abaixo conduzido na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

 

O estudo mostrou que a prática de meditação pode melhorar a qualidade de vida de gestantes, com a diminuição da ansiedade e do estresse. A pesquisa realizada pelo obstetra Roberto Cardoso, avaliou os efeitos físicos e psíquicos da meditação em 28 gestantes durante o segundo e o terceiro trimestres de gravidez – 13 gestantes meditaram.

Foram utilizados para analisar, questionários específicos que medem os níveis de ansiedade, depressão, bem-estar e tensão. Essas medidas forma feitas antes do início da prática de meditação, durante a prática e após 10 semanas. Foram também avaliados parâmetros físicos que comprovam relaxamento típico da meditação, como redução de tensão muscular e aumento da temperatura das pontas dos pés e das mãos.

Depois de 10 semanas houve a diminuição da ansiedade em todas as gestantes. O Dr. Roberto ainda observou  que as gestantes que meditaram apresentaram redução na tensão muscular e aumento da temperatura das extremidades corporais, o que também ajuda a diminuir dores musculares.

Estudos gerais apontam que cerca de 20% das gestantes apresentam estado ansioso em algum momento da gravidez.

 

 

 

relaxamento-e-alongamento-na-gravidez-by-gizele-monteiro
Relaxamento e alongamento na Gravidez

 

Esses exercícios são um exemplo de como você pode organizar sua postura, relaxar, diminuir sua tensão muscular e evitar dores.

Essa série elaborei para a revista Viva Saúde – você pode realizar 2 a 3 séries de cada exercício mantendo a posição por 10 a 20 segundos.

 

Então esse é um bom motivo para que você insira uma rotina de exercícios e relaxamento no seu dia. Será saúde para você e seu bebê.

O programa Gravidez em Forma tem orientações especiais de alongamento e massagem para que você não só previna dores, mas mantenha-se relaxada e também mantenha sua postura mais alinhada.

 

Quer saber mais sobre o programa e como diminuir o estresse e a ansiedade ?

Acesse o site com a apresentação em vídeo e escrita – << Clique aqui >>

 

 

Matéria da pesquisa – reportagem da Folha de SP – 11 set 2008.

 

Tensão Muscular – Entrevista com a personal gestante Gizele Monteiro

A tensão muscular, estresse e dores no corpo são causas constantes de buscas em meu blog.

Tenho muitas queixas de gestantes e mamães com dores por todo o corpo.

Essa entrevista para o programa que participei esclarece vários pontos de como nosso corpo tem que estar em harmonia.

Quero orientar em ações simples e que podem contribuir para amenizar esse quadro tão comum também com a gravidez e maternidade.

Tanto no programa Gravidez em Forma, quanto no Mães em Forma tenho exercícios direcionados para esse incômodo que gera dores por todo o corpo. Clique no programa que deseja e conheça mais e seja uma mamãe mais leve e feliz.

 

Fiz um artigo também especial para que você entenda o quanto exercícios de relaxamento e alongamento são importantes na gravidez.

Para ler CLIQUE AQUI

Entrevista ao programa Esporte e Atividade física com o professor Artur Monteiro

A tensão muscular é um tema ainda desconhecido. Vale a pena entender um pouco mais …

 

Parte 1 / 6

Parte 2 / 6

Parte 3 / 6

Parte 4 / 6

Parte 5 / 6

Parte 6 / 6

Postura e Lombalgia na gravidez

Lombalgia e gravidez

Uma das complicações mais comuns  da gravidez é a dor lombar.

Cerca de 50% das mulheres sofrem de lombalgia durante a gestação.

A carga mecânica e/ou a frouxidão ligamentar provocadas por um hormônio chamado relaxina estão associadas com a elevação da incidência de dor lombar em gestantes. A frouxidão ligamentar na região pélvica está ligada com a disfunção na articulação sacroilíaca e com as alterações na sínfise púbica observadas durante a gestação.

 

Postura e lombalgia na gravidez
Postura e lombalgia na gravidez

Descrita como aquela que não difere da dor lombar fora do período gestacional, segue abaixo algumas características:

  • Estimulada quando se faz a flexão do tronco, causa a diminuição da amplitude para a região,
  • Dor à palpação da musculatura paravertebral lombar.

Medidas Preventivas para a lombalgia gestacional

Durante a gestação as medidas preventivas devem ser adotadas o mais cedo possível, sendo que a gestante deve ser reeducada nas suas atividades diárias.

Para a prevenção entre os exercícios recomendados estão os que se destinam a “relaxar e alongar” a musculatura lombar e desenvolver na mulher uma percepção corporal para quando ela estiver sobrecarregando a região lombar durante a execução de alguma atividade, ou manutenção prolongada de uma postura, ela reconheça esta sobrecarga e realize movimentos compensatórios, aliviando a tensão nesta região.

  • Dor lombar: acrescentar exercícios de alongamento para as costas, posturais e abdominais para evitar a hiperlordose lombar.