Estrias na gravidez e o ganho de peso

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach e Gestantesby Gravidez em Forma

 

Será que as temidas estrias da gravidez podem ser evitadas?

Vamos ver vários pontos para responder essa pergunta!

Bom, vários são os fatores que podem contribuir para o aparecimento de estrias na gravidez.

Algumas mulheres têm uma pele com característica mais elástica – por fator genético (hereditário), e com isso essa pele cede mais ao crescimento da barriga. No entanto, outras não apresentam essa característica, sendo mais susceptíveis ao surgimento delas.

Um ponto que quero destacar é a importância de se evitar o ganho de peso em excessivo.

É muito óbvio entender que quando se ganha mais peso que o necessário a pele sofre muito mais pois ela é mais “esticada e exigida”.

Existe a condição genética de pele? Sim! Mas se esse fator for associado com o ganho de peso, ele será potencializado.

 

Estrias na gravidez
Estrias na gravidez

 

Então vou listar aqui esses cuidados:

1.ganhar peso adequado: com o ganho de peso controlado, sua pele será menos exigida pois sua barriga e quadril ficarão menores e com isso a pele esticará menos.

 

2.ganho de peso e postura e posição da barriga: quando há um aumento de peso excessivo, a pele é muito mais esticada. Essa barriga também ficará mais pesada porque justamente a região abdominal terá uma reserva de gordura aumentada. Com isso a barriga ficará mais pesada e baixa, comprometendo a postura e forçando a pele.

 

3. o tamanho da barriga por causa do tamanho do bebê ou quantidade de líquido amniótico: essa é uma variável que não tem como ser alterada por cuidado nenhum, mas você pode manter sua postura e um fortalecimento adequado da musculatura do “core” para suportar esse peso e a barriga ficar melhor posicionada. Isso forçará menos a pele, conforme figura abaixo (veja como a postura altera a postura).

 

Postura e Posição da Barriga
Postura e Posição da Barriga

 

 

4. alimentação e hidratação adequada: uma forma de reduzir também as chances de tê-las é manter uma alimentação saudável e uma hidratação adequada. Esses cuidados ajudarão a manter a pele com uma condição melhor. Um organismo nutrido oferece à pele condições melhores de receber o grande estiramento que irá sofrer.

 

5. hidratação e nutrição da pele com cremes e óleos: apesar de ainda serem questionados em seus resultados – cremes, loções e óleos são bem vindos e tem sido indicados por médicos especialistas – dermatologistas (*** consulte sempre um médico especialista para saber os devidos cuidados e quais podem ser utilizados).

 

Para saber como cuidar da sua postura e do controle de peso na gravidez:

Acesse e cadastre-se no << www.gravidezemforma.com.br >>

Volta do corpo após a gravidez – começa no cérebro

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante – Coach de Mamães – Pós-parto em Forma

 

Happy birthday woman against the sky with rainbow-colored air balloons in hands. sunny and positive energy of nature. Young beautiful girl on the grass in the park.
Alegria – Atitude positiva

Você sabia que a volta do seu corpo começa no seu cérebro ??

O que tem te colocado para baixo … a vergonha, o medo de não ter o seu corpo de volta, a frustração com seu corpo e por não entrar nas suas roupas … tudo isso começa no seu cérebro.

Esses sentimentos nascem de coisas que estão no seu emocional, registrados e automatizados no seu seu cérebro e por isso você tem que combater esses sentimentos com ações que estimulam o seu cérebro a ter pensamentos e fazer você agir com atitudes positivas.

Eu sei que isso não é fácil, mas eu quero que você seja estimulada ou tenha alguma reação a se mover nesse sentido ok?!!

Por isso, de várias coisas que tenho aprendido em minha vida atendendo gestantes e mamães e também nessa minha nova fase empreendedora, preparei 2 dicas que também têm sido importantes para mim, pois tenho que ter disciplina e foco em várias coisas que faço no meu dia.

 

2 dicas que vão melhorar a performance do seu cérebro e te colocar em direção a atitudes positivas rumo à volta do seu corpo!

 

Dica 1. ore ou medite

Sim, isso mesmo! Eu sei que cada uma tem sua ideologia.

Eu gosto de orar, de entrar em sintonia com Deus, agradecer e me sentir amada e cuidada por Ele!

Se você não tem nenhuma prática dessas, procure ler coisas boas, coisas que mudem o seu padrão mental para começar o seu dia, ou reserve um tempinho do seu dia para praticar isso. Escolha um lugar e comprometa-se!

Ore - Medite para seu dia!
Ore – Medite para seu dia!

Nesse momento em que você está … desejando ter seu corpo de volta, frustrada e triste com o rumo que seu corpo tomou depois da gravidez, busque ter e ler coisas que coloquem sua auto-estima lá pra cima, te deixem em paz e mude o seu padrão mental. Agradecer pela sua saúde, pela sua vida, seu corpo e dizer – Eu sou linda! O meu corpo já está voltando ao que desejo ! Isso começará a gerar uma força dentro de você que te colocará rumo à volta do corpo dos sonhos.

Mentalize que você consegue se organizar e ter um tempinho também para você.

Os exercícios nesse caso serão muito importantes e te ajudarão também a equilibrar seu emocional. Eles também oxigenam suas células te gerando sensação de bem estar e te deixando feliz.

Decida incluir nesse comportamento, exercícios para sua saúde e também uma alimentação que nutra o seu corpo e não a “antiga” ansiedade que te dirigia. Decida cuidar de você para que você possa cuidar do seu bebê.

 

Dica 2. alimente-se saudavelmente para repôr suas energias e também “nutrir seu cérebro”.

Seu corpo de volta começa no Cérebro
Seu corpo de volta começa no Cérebro

A maternidade traz para mulher grandes transformações e uma rotina muito intensa. Noites mal dormidas, cansaço, preocupação. Tudo isso altera muito a dinâmica da nossa vida e o estresse emocional é real, fato esse é que “muitas mulheres” passam por tristeza, alteração de humor, ansiedade ou entram na depressão.

Então a minha dica é que você além de cuidar da sua alimentação para voltar à forma, cuide também para que seu cérebro tenha nutrientes para enfrentar esse período de intensa rotina.

Podemos considerar essa fase inicial da maternidade como um estresse físico e mental. Todo estresse quando prolongado e intenso pode gerar substâncias inflamatórias que alteram o funcionamento saudável das células.

Então considerando toda essa fase já intensa, pode haver um desgaste também do ponto de vista fisiológico de funcionamento do seu cérebro.

Há anos, os estudos mostram que uma alimentação equilibrada é fundamental para preservar o bom funcionamento do cérebro e amenizar os efeitos deletérios do estresse. Os estudos demonstraram que frutas, vegetais, sementes, nozes e grãos contêm diversos compostos que melhoram as conexões entre as células nervosas.

Alguns exemplos de como a alimentação pode fazer seu cérebro funcionar melhor:

  • nossos neurônios necessitam de alimentos ricos em ômega 3 porque ele protege as membranas celulares e contribui para reforçar a memória e as funções mentais, sendo útil para prevenir a depressão. Onde encontrar: alguns óleos (girassol, soja, linhaça), sementes (chia e linhaça), as oleaginosas (nozes, caju, amêndoas).
  • algumas vitaminas são são indispensáveis para as reações químicas no interior das células cerebrais. Onde encontrar: cenouras, abóbora, batata-doce, manga. As vitaminas do complexo B são importantes no metabolismo e algumas participam na síntese de neurotransmissores. Onde encontrar: maca peruana e o gérmen de trigo são excelentes fontes. A vitamina C é antioxidante e participa na atividade química dos neurônios, sendo importante para a memória e a concentração. Onde encontrar: goji berry, laranja, acerola, abacaxi, etc.

 

Um Cérebro ativado e nutrido = melhor humor e disposição para você ter atitudes positivas.

Então vamos lá !!!

Atitude positiva, estilo de vida ativo e saudável com exercício e alimentação!!!

Veja o que uma das minhas alunas – a Cibele comentou sobre a volta do seu corpo.

 

Gizele, estou muito feliz e voltei a sorrir. Meu marido me falava que eu estava bonita, mas eu não acreditava … Essa foi a gota d´água para eu buscar alguém pra me ajudar” (Cibele – Guarulhos)

 

Te espero lá no pospartoemforma.com.br … rumo a sua nova forma!!!

5 Perguntas que as mamães fazem após a gravidez

Por Gizele Monteiro – Coach de Mamães by Pós-parto em Forma

 

As “5 perguntas que as mamães mais me fazem no pós-parto”

Como personal gestante – coach de mamães, tenho sempre que esclarecer muitas dúvidas quando elas me procuram. Selecionei as 5 dúvidas – perguntas mais frequentes que me chegam pelas redes sociais ou até mesmo em meu e-mail.

 

Pergunta 1. Estou amamentando e engordando! O que eu faço?!!

Amamentação ajuda a emagrecer

Dúvida muito comum mesmo e acontece com grande parte das mamães, o que faz bater aquele desespero.

Bom, a primeira coisa a entender é que a amamentação é uma forte aliada à volta do peso – emagrecimento – e no gasto calórico. Ela gasta muitas calorias!!

Se você está amamentando e não está emagrecendo ou até mesmo (o pior) … está engordando … é porque está se alimentando de forma errada. Entenda que alguma coisa na sua alimentação não está certa.

Então você precisa entender como se alimentar e como é a sua visão de uma alimentação saudável, por isso pare e faça essa análise agora. ANOTE TUDO O QUE VOCÊ ESTÁ COMENDO.

Será que realmente a sua alimentação está saudável e atendendo as necessidades nutricionais suas e do seu bebê?

Com certeza você achará erros e identificando esses erros você verá que irá voltar ao seu peso.

Vou citar alguns aqui que constantemente vejo em minhas alunas e consultorias que realizo:

  • beber refrigerantes,
  • comer muitos doces e pães,
  • beliscar ao longo do dia
  • ficar muito tempo sem comer e quando vai comer, enche o prato
  • comer demais porque tem “fome” por causa da amamentação

 

Aliás “essa fome” merece um destaque.

“Algumas mamães se queixam que ficam com uma fome insuportável depois de amamentar. De fato isso pode acontecer, mas cabe a você então comer adequadamente. O que acontece é que a maioria se entope de besteira ou bate o maior pratão de pedreiro … alimentos que não são nada saudáveis ou uma quantidade muito acima do que você precisa. E uma coisa também fica clara quando vejo mamães que não sentem essa fome avassaladora … normalmente elas comem adequadamente e não ficam longos períodos sem comer, são mais disciplinadas em observar seus horários de se alimentar. Tenho mamães inclusive que ingerem alimentos enquanto amamentam … frutas secas, oleaginosas, um suco, uma fruta. Então você pode perceber que a “disciplina é fundamental nessa fase”.

 

 

A segunda coisa importante é ser ativa, isto é, incluir uma rotina de exercícios no seu dia, nem que seja em casa. O exercício ajudará não só na volta do peso, mas também a equilibrar o que você está ingerindo. O exercício também aliviará na ansiedade de estar dentro de casa – “trancada” – que normalmente te faz descontar na comida. Esse equilíbrio te ajudará também a se sentir mais bonita e de bem com seu corpo.

 

Pergunta 2. Posso fazer dieta amamentando?

Dietas restritivas – radicais, da moda, ou com baixo aporte calórico não são indicadas após a gravidez. Até mesmo porque você tem uma necessidade aumentada justamente por causa da amamentação. Então se você está se alimentando de forma saudável, o peso naturalmente voltaria ao que você tinha. Se isso não está acontecendo, meu conselho é procurar uma nutricionista para ajustar sua alimentação. Sua “dieta” será uma alimentação saudável e adequada para a sua fase. Eeee lembre-se seja ativa, faça exercícios.

 

Pós-parto em Forma

Pergunta 3. Para voltar ao meu corpo é só amamentar??!!

Em uma postagem recente que fiz, vi várias mães comentando … para voltar ao corpo basta amamentar.

Bom minha resposta é clara e objetiva … NÃO … NÃO BASTA!

Amamentar ajuda na sua volta do “PESO”  e não do seu “CORPO”.

Volta do peso e Volta do corpo são coisas completamente diferentes!!!

Tanto que atendo várias mamães com meu programa para a volta da barriga, que estão magras, mas suas barrigas estão como se tivessem grávidas de 3-4 meses … algumas até de 6 (conforme comentam rsrsrs).

A volta do corpo envolve um conceito muito maior, pois é a volta de todo o seu corpo … barriga, bumbum, postura, prevenção de dores, assoalho pélvico. Por isso meu projeto é um programa completo … o programa Pós-parto – Mães em Forma faz a volta e recuperação completa do seu corpo.

Pode ser que você até fique feliz com o que está fazendo, mas não significa que seu corpo tenha voltado totalmente.

 

Pergunta 4. Estou amamentando, posso fazer exercícios? O exercício não prejudica a amamentação?

Sim, pode fazer exercícios se você está amamentando!

Esse medo, é bem comum, mas adianto que um programa especializado e que atenda realmente as suas necessidades não comprometerá em nada a amamentação. A intensidade e o volume da atividade associado a hidratação adequada garantem que você mantenha a amamentação durante o período que desejar e fluir conforme o seu corpo.

Há muitos anos atendo mamães nos mais diferentes perfis e o exercício do meu programa nunca interferiu na amamentação, por isso se você ouviu ou tem outra experiência, algum erro aconteceu.

 

Pergunta 5. Depois de quanto tempo do meu parto eu posso fazer exercícios?

Hoje tem mudado muito o tempo de liberação dos médicos para que a mamãe volte ou inicie os exercícios.

Atendo mulheres que em 30 dias pós-cesárea já estão liberadas pelos seus médicos para voltarem para atividades leves como caminhada ou exercícios posturais ou braços.

Mas o comum ainda entre os médicos é:

30-40 dias para parto normal e 40-60 dias para cesárea.

Só fique em alerta que mesmo que seu médico libere para a prática, essa deve ser adaptada para as novas condições do seu corpo.

Você não deve voltar a fazer os mesmos exercícios de antes da gravidez. Seu corpo agora é outro, tem outras necessidades, está totalmente instável. Como um treino de uma mulher que não estava grávida pode te ajudar? Não irá!

Inclusive pego casos seríssimos de diástases pioradas com os treinos de pilates e musculação. Isso acontece porque um profissional sem um olhar de especialista não consegue entender a nova necessidade do seu corpo e nem como recuperá-lo. Seria a mesma coisa que você procurar um clínico geral para ver sua lesão de joelho.

O programa ideal, começa a recuperar seu corpo a partir da barriga, iniciando pela avaliação da diástase.

Você já viu se tem diástase?

Se você não sabe se tem a diástase, pode fazer o teste com meu e-book gratuito. Basta clicar no botão abaixo e se cadastrar para que eu possa te enviar.

 

 

E se você deseja ter um programa que te ajude nesse passo a passo para ter seu corpo de volta … Conheça o Pós-parto – Mães em Forma!

 

Clique no Link e seja direcionada para o programa que deixará seu corpo e sua barriga incrível!

 

<< QUERO CONHECER O PROGRAMA PÓS-PARTO-MÃES EM FORMA >>

 

 

 

Risco de queda na gravidez

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Dr. Paulo Gomes Filho – Instagram – @drpaulogomesfilho

 

Estou fazendo questão de compartilhar esse post do Dr. Paulo aqui no meu blog porque cada dia tenho visto mais malabarismo com os exercícios durante a gravidez.

O post do Dr. Paulo traz um alerta na rotina diária da gestante, mas estendo isso também para a prática de exercícios pelas gestantes.

Sabe-se que os exercícios físicos são saudáveis e muito importante na gravidez, mas é muito arriscado colocar uma gestante num exercício em risco de queda.

Exemplos de exercícios que oferecem risco de queda e lesão:

  • gestantes ajoelhadas em bola de fit ball,
  • gestantes realizando treinamento funcional com grande instabilidade e nível de dificuldade elevado,
  • gestantes fazendo poses de yoga ou até mesmo no famoso pilates (que na verdade é mais uma adaptação do que pilates mesmo), etc.

Todos exercícios desnecessários !

Procure um programa especializado. Um dos motivos que meus exercícios no programa Gravidez em Forma (quer conhecer mais – clique aqui) são muito bem selecionados e seguros é justamente para que o corpo da gestante seja trabalhado de forma equilibrada, harmônica e dentro das necessidades que o corpo dela precisa nesse momento.

Gravidez não é momento de malabarismos‪#‎exercicioseguromamaeebebeseguros‬

Segue então o repost do @drpaulogomesfilho  ???? e compartilhe essa informação com suas amigas gravidinhas!

 

Risco de queda na gravidez
Risco de queda na gravidez

Gestantes cuidado com as quedas!

É muito comum, por conta da modificação do centro de gravidade, a gestante viver tropeçando ou caindo.

Dificilmente, esse tipo de evento acarretará traumas para o bebê.

Mas, a placenta é a parte mais vulnerável da gestação, principalmente nos últimos três meses de gravidez.

Traumas mais intensos podem proporcionar descolamento da placenta, ocasionando sangramentos e contrações, além de risco pra o bebê.

Além disso, contusões e entorses na mamãe podem acontecer após quedas.

 

Seguem então algumas dicas:

– Atenção ao andar na cozinha ou no banheiro. São as áreas da casa frequentemente molhadas;
– Use sapatos baixos, eles garantem melhor equilíbrio;
– Não suba em bancos ou escadas para pegar coisas no armário ou prateleiras;
– Controle seu peso. Isso ajuda a manter um melhor equilíbrio.
– Após qualquer tipo de acidente, entre em contato com o médico ou vá imediatamente a emergência.

 

Informações sobre o programa Gravidez em Forma[email protected] / whats app – 11 9 9651.8909

Site com vídeo e página de apresentação do programa clique aqui !

 

Mamãe de Bem com o Espelho – Pós-parto em Forma

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante e Coach de Mamães by Pós-parto em Forma

 

Mamãe De Bem com o Espelho – by Gizele Monteiro

 

 

 

Mamãe De Bem com a Balança e com o Espelho - by Gizele Monteiro
Mamãe De Bem com a Balança e com o Espelho – by Gizele Monteiro

Há algum tempo falo da importância do controle de peso na gravidez, não somente para a gestante se sentir bem e ficar saudável, mas para facilitar o a volta do corpo no pós-parto.

A idéia de estar De Bem com o Espelho após a Gestação é muito importante para a auto-estima da mamãe e também para que ela foque no que realmente importa … “cuidar do seu bebê”.

Mas se você caiu nessa arapuca e deixou o pós-parto para se cuidar e recuperar o seu corpo, não caia na outra armadilha … a da “baixa-auto-estima quando se deparar com a realidade”.

Entregar o jogo pode fazer com que você nunca mais tenho seu corpo de volta. Então você precisa saber o que fazer para reverter isso.

O pós-parto é um momento cheio de surpresas e mesmo sendo um momento em que seria fácil emagrecer, pelo aumento do gasto calórico da amamentação, muitas se perdem e engordam nessa fase.

Seja qual for o seu caso, temos que frear isso, pois se você não perde peso ou começa a engordar nessa fase, será muito mais difícil para seu corpo voltar e pode colocá-la até em risco de saúde.

Sei que mesmo após a gravidez, muitas mulheres engordam. Apesar de médicos e nutricionistas falarem que é fácil emagrecer, nem todas acham esse caminho. E uma informação muito importante é que muitas emagrecem mas voltar a engordar no ano seguinte de dar a luz.

 

5 coisas que podem te atrapalhar nesse caminho?

1. Falta de organização: a rotina materna é intensa e é necessário que você se organize para incluir o exercício e uma alimentação.

2. Baixa auto-estima: se ela te pegou e você se sente angustiada, triste é hora de dar a volta por cima.

3. O cansaço: a falta de sono e os próprios cuidados com o bebê tiram seu ânimo. Você “precisa” de algo para “repor” suas energias.

4. Falta de cuidados com a alimentação: cair nas desculpas da correria da rotina para não cuidar da alimentação. Ahhh é difícil controlar a alimentação agora! Não tenho tempo! Não consigo cozinhar.

5. Medo de fazer exercícios porque acha que vai prejudicar a amamentação: esse ainda é um tema que assombra as mamães, mas um programa adequado e com orientação especializada esse risco está longe. Para isso idealizei o programa Pós-parto em Forma!! Entrando em forma e Sem medo!!

 

Então o que fazer para dar a volta e começar a mudar e ter o seu corpo de volta???

1. Tenha uma atitude positiva: deseje mudar! Tudo começa no seu cérebro e nas suas atitudes!

 

2. Para a falta de organização – crie uma rotina para seu bebê e a partir daí, inclua coisas para você nessa rotina. Entre elas a alimentação e os exercícios. Aproveite o momento em que o bebê dorme ou use o passei com o bebê para fazer seus exercícios.

 

3. Cuide da sua auto-estima: cuidados com a pele, com as mãos e até mesmo os exercícios te ajudando o corpo a voltar darão um UP na sua auto-estima. Para você ter uma idéia, minhas alunas do Programa Pós-parto em Forma (saiba mais clicando aqui) veem a melhora das suas barrigas em 10 a 15 dias com a aplicação do meu método e programa e isso muda toda a sua motivação e a forma de lidar com o seu corpo. A auto-estima volta e elas se sentem cheias de energia para continuar com a rotina de exercícios.

Veja alguns dos comentários:

Aluna Karina de Brasília: “Obrigada demais Gizele, você não tem idéia da felicidade de ver minha barriga diminuir depois de 1 ano olhando para ela e achando que só ía sumir quando fizesse plástica! Meu bebê já tem 1 ano e 1 mês! Nunca imaginei que ía ter uma melhora e que dirá tão rápida! Feliz demais!! Beijos !

Resultado para volta da barriga - programa Pós-parto em Forma by Gizele Monteiro
Resultado para volta da barriga – programa Pós-parto em Forma by Gizele Monteiro

Aluna Elis de São Paulo: “Não dá para acreditar que em tão pouco tempo minha barriga está assim !! ???  Seu programa é TOP !! Obrigada Gizele!!!!

Resultado após 35 dias do programa Pós-parto em Forma by Gizele Monteiro
Resultado após 35 dias do programa Pós-parto em Forma by Gizele Monteiro

 

4. Busque alimentos fáceis de preparar e que sejam nutritivos para você e também manter a qualidade do seu leite.

 

5. Faça exercícios em sua casa !! Sim em casa porque assim não tem desculpas. Com os exercícios certos e materiais de baixo você pode fazer exercícios eficientes para que seu corpo volte rápido. Realizar exercícios em casa, facilita muito porque você pode fazer de pijama e ninguém vai ver rsrsrsrs. Então a desculpa de se arrumar, arrumar toda a tralha do bebê não pode ser mais dada.

O programa pós-parto em forma usa materiais simples e exercícios com peso do seu próprio corpo, mas sem machucar suas articulações que estão sensíveis. Tudo na intensidade certa para não comprometer sua amamentação e também exercícios especiais para a volta da sua barriga.

Veja o resultado de uma de minhas alunas !!!

2015-09-29 12.06.29

 

pós-parto também é o momento de não se largar e também de “ajudar o corpo a voltar” – porque todo mundo fala que o corpo volta sozinho até 1 ano. Bom, primeiro que você não precisa esperar 1 ano! Basta ter a liberação do seu médico para iniciar um programa de recuperação do seu corpo. Eeee dizem que o corpo volta, tá! Mas ele não volta sozinho ok?! Esses casos são raros e normalmente de mulheres treinadas e que tem seu corpo com uma musculatura muito boa ou de mulheres que tem um metabolismo muito bom! Essa é a verdade ! Essa é a realidade !

 

Também precisamos considerar o que é ter o corpo de volta ?!!!

O corpo dessa pessoa que diz que ele voltou, voltou apenas no peso ou voltou como um todo … postura, barriga durinha, bumbum se, flacidez?

O que tenho observado com todos os mais de 15 anos estudando e atendendo mulheres após a gravidez é que voltam no peso, mas a grande maioria fica com diástase, má postura, o bumbum não volta a ser o que era.

Então hoje questiono qual é a volta real que elas comunicam ??!!!

Por isso um programa “completo” e que envolva todas essas necessidades é a minha proposta de programa. Meu método e programa faz isso!

 

Respeitar sempre – Como é o pós-parto?

O período pós-parto é um momento de intensas transformações pessoais e também da sua vida, no sentido de novas tarefas e novas preocupações. As vezes você passa a noite em claro porque o bebê tem cólica, ou porque ele troca o dia pela noite, ou apresenta refluxo, etc. O fato é que é sempre uma caixinha de surpresas.

Mas apesar dessa realidade, vencer o cansaço e a frustração em relação ao seu corpo te ajudará a não ter mais vergonha do seu corpo.

Em entrevista com a Dra. Giovana Portella (que é um bônus do programa Gravidez em Forma que fica dentro do poral), uma das coisas que ela deixou claro, é que, é bom para o bebê que sua mãe se sinta feliz, realizada e que se “olhe no espelho e se reconheça” . Uma mães feliz transmite mais paz, pois já existem muitas transformações que ela tem que enfrentar. Então um bom programa de pós-parto e atitudes certas podem elevar sua auto-estima, evitando a depressão pós-parto” ou então a simples infelicidade de não entrar numa roupa ou se ver completamente distorcida em sua imagem.

 

Quero que você esteja comigo na minha missão !!!

-> Levar a 1 milhão de mamães a se sentirem #debemcomoespelho #mamãedebemcomoespelho #sejaumamamaedebemcomoespelho

 

Para as que se cadastrarem no pospartoemforma.com.br tenho um presente … um e-book gratuito “3 passos para você ter seu corpo de volta”. Cadastre-se já!

Te espero lá !