Programa Gestante – Personal Gestante Online – treine na sua casa

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

 

Um Programa gestante e mamães – Especializado com Personal Gestante e ONLINE é a nova tendência de mercado para a prescrição de exercícios nessa fase da vida da mulher.

O mercado do fitness cresce a cada ano, com novos equipamentos, novas tendências e modalidades, mas a carência nessa área continua.

Ao perceber isso, e por ser procurada em minhas redes sociais para que minhas seguidoras se sentissem segura com os exercícios, desenvolvi o primeiro programa online do Brasil para Gestantes e Mães.

As mulheres também devem estar atentas a isso pois os profissionais nas academias e estúdios e também os treinadores personalizados não estão preparados para esse atendimento.

Tanto na gravidez quanto depois, a mulher deve ter uma prescrição e seleção de exercícios diferenciados e foi por ver tantos erros, falhas, que decidi colocar no ar, na internet, meu programa online. Um método especializado que eu criei com todos os meus estudos e mais de 20 anos de prática de atendimento.

Entender as limitações dos profissionais me ajudou muito. Fui professora de cursos de pós-graduação e graduação por mais de 15 anos. Vi todas as falhas possíveis.

Quero deixar claro que ser um “Personal Gestante” não é apenas decidir atuar com esse publico, mas sim uma especialidade assim como você busca um médico especialista.

Mas hoje, graças a esse novo conceito que introduzi no mercado, muitos se auto denominam Personal Gestante, mas o fato e a verdade é que não o são.

O conhecimento aprofundado de toda fisiologia, biomecanica gestacional e em exercício é fundamental para criar esse conceito de especialista. Graças a toda minha experiência prática, acadêmica e estudos para o Mestrado me deram esse conhecimento especializado.

Com isso ganhei espaço no mercado, na mídia e o sucesso foi consequência.

Com essas mudanças, temos visto a gestantes e mães ativas e agora estou atingindo mulheres que desejam se preparar para a gravidez. Uma luta de mais de 10 anos para que esse conceito também chegasse ao mercado.

Existe um mundo além da hidroginástica e do pilates. E agora você pode ter esse treino especializado na sua casa ou adaptado para a academia, através dos meus programas – Gravidez e Pós-parto em Forma.

Ainda analisando, o médico começa a aderir também esse novo conceito e muitas alunas já tem liberação médica para essa prática.

Vamos evitar o ganho de peso em excesso, a diástase e mudar completamente a história de recuperação do corpo da mulher.

Chega de ficar com o corpo alterado por causa da gravidez e se frustrar por anos achando que apenas a cirurgia plástica será a forma de você recuperar seu corpo.

Personal Gestante, os diferenciais de mercado:

Conheça os sites dos programas:

 

Deixo minha entrevista com a musa Sabrina Sato para que você possa conhecer um pouco mais do meu trabalho como personal gestante e coach de mamães!

 

 

Quanto tempo depois do parto posso voltar aos exercícios?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

 

O tempo para a volta a rotina de exercícios após o parto pode variar bastante.

Esse tempo é devido as recuperações iniciais do corpo após a gravidez.

Para iniciar qualquer prática de exercícios, a mamãe deve primeiramente aguardar a liberação do seu obstetra, pois somente ele pode dizer como está a recuperação do seu corpo e da sua saúde.

Se tudo estiver bem, normalmente temos para:

– parto normal – 30 a 40 dias

– parto cesárea – 45 a 60 dias

Há médicos que já liberam com tempo inferior a esse, principalmente quando a mulher sempre fez exercícios.

Porém outros aguardam um pouco mais principalmente para a cesárea.

Para a cesárea a indicação médica é que inicie com caminhada leve e gradativamente vá se inserindo outros tipos de exercícios.

É consenso que se aguarde a recuperação do abdômen devido a cicatrização da cirurgia.

Pós-parto em Forma - volta ao exercício
Pós-parto em Forma – volta ao exercício

Exercício Físico na Gestação – by Gravidez em Forma

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

 

Todas as mulheres devem ganhar peso durante a gestação, no entanto esse ganho deve ser controlado.

Exercício Físico na Gestação - cuidados by Gizele Monteiro
Exercício Físico na Gestação – cuidados by Gizele Monteiro

Com certeza nenhuma mulher quer engordar na gravidez, mas saber o quanto ganhar e como fazer para controlar esse ganho é uma tarefa que nem sempre é fácil. O exercício físico na gestação é essencial para esse controle do ganho de peso.

O crescimento fetal e a saúde materna podem ser comprometidas com esse ganho de peso. Deve notar-se que o ganho de peso está intimamente ligado ao peso ao nascer do bebê e isso muitas vezes é um forte indicador da saúde e desenvolvimento da criança.

Estudos como o de Leddy et al (2008) mostram que um aumento da taxa de obesidade materna fornece um grande desafio para a prática obstétrica. A obesidade materna pode resultar em resultados negativos para as mulheres e para os bebês, desde a sua formação. Os riscos maternos durante a gravidez incluem diabetes gestacional e pré-eclâmpsia. O feto está em risco de anomalias congênitas e complicações mais sérias que podem levar a morte. A obesidade na gravidez também pode afetar a saúde da mulher e da criança mais tarde. Para as mulheres, estes riscos incluem doenças cardíacas e hipertensão. As crianças têm um risco de obesidade futura e doenças cardíacas. As mulheres e seus filhos tem um risco aumentado de desenvolver diabetes. Ginecologistas-obstetras estão em alerta para prevenir e tratar a obesidade.

A mulher moderna quer realizar exercício físico na gravidez e o exercício bem orientado tem provado ser benéfico e especialmente se algumas orientações forem seguidas.

O que é fornecido abaixo é uma instrução geral e muda de acordo com cada mulher. Tenha sempre uma orientação especializada – um personal gestante – e a liberação médica para a prática de qualquer exercício físico na gravidez.
Diretrizes exercício física na gestação:

– Limite seu tempo de atividade

– Não se exercite em ambientes muito quentes

– Hidrate-se antes, durante e após o exercício

– Evite o clima quente e úmido

– Escolha um horário e local apropriado para realizar exercícios

– Suspender o exercício ao menor sinal de desconforto

– Mantenha sua intensidade entre leve-moderada. De preferência controle sua frequência cardíaca – uma zona segura é não se exercitar acima de 140 bpm

Tenha em mente que uma gravidez saudável e uma Gravidez em Forma é um indicativo de saúde.

Vamos lá !!! Gravidez Feliz e Exercício … seja ativa !!!

 

*** Quer uma ajuda para controlar o seu peso e não engordar na gravidez??!! Cadastre-se no www.gravidezemforma.com.br

Te espero lá !!!

Gizele Monteiro

 

Referências bibliográficas:

Leddy, M.A., Power, M.L. Schulkin, J. The impact of maternal obesity on maternal end fetal health. Rev Obstet Gynecol. 2008 Fall; 1(4): 170–178.
American College of Obstetricians and Gynecologists

Posso correr na gravidez?

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

Uma pergunta super comum das novas gravidinhas … Posso correr na gravidez?

A corrida na gravidez é temida por muitas pessoas, mas hoje devido ao número de assessorias de corrida muitas mulheres correm, portanto não é incomum uma dessas mulheres engravidar e ter a dúvida se devem ou podem correr na gravidez.

Vamos aproveitar a gravidez da linda Fernanda Gentil, apresentadora do esporte espetacular, que praticava essa modalidade e voltou a correr agora no sexto mês de gravidez com acompanhamento especializado.

A apresentadora mostrou no quadro Mamãe Gentil, acompanhada pela personal gestante Roberta Gabriel – certificada pelo Mais Vida Gestantes by Gizele Monteiro que é possível correr na gravidez, realizando essa atividade de forma adaptada e modificada para o momento gestacional.

Correr na gravidez
Correr na gravidez – como fazer com acompanhamento especializado

 

No caso especial da apresentadora Fernanda Gentil, ela corre e completa o treino com exercícios de alongamento.

Alguns cuidados também devem ser observados para que a gestante saiba se está tudo ok para praticar essa atividade.

  • Em primeiro lugar – correr na gravidez é para quem já praticava essa modalidade. Quem não corria não é o momento de realizá-la.
  • Em segundo – deve ter a liberação do seu médico e estar com sua gestação saudável.

Outros cuidados devem ser tomados para que se evite alguma ocorrência, afinal na gravidez o corpo muda muito.

Primeiro é preciso não confundir o que é uma atleta com uma praticante da atividade. Praticantes tem o perfil, condicionamento e treinamento completamente diferentes de uma atleta.

Existe muita confusão em classificar esses grupos, na verdade fazem uma mistura e mesmo entre as praticantes (ou alunas normais sem fins competitivos profissionais) temos níveis de condicionamento físico diferentes. Com isso tudo é claro que a corrida será mais fácil ou mais difícil na gravidez.

Como personal gestante – especialista em exercícios na gravidez – aconselho que toda a prática seja modificada, seja em volume de treino, seja na intensidade. Muitos não sabem que devem haver um programa complementar para essa praticante.

Vejamos algumas ocorrências que podem acontecer com uma grávida corredora:

– mudanças no centro de gravidade que aumentam o impacto sobre a coluna e estruturas como joelho, quadril e tornozelo

– mudanças na postura favorecem dores e desequilíbrios musculares

– o impacto da corrida pode sobrecarregar essas estruturas que estão mudando – articulações, ligamentos, inclusive ligamentos do útero

– aumento do risco de queda e lesões pela linha de visão diminuída e mudanças articulares-posturais

Dores e incômodos nas costas na gravidez
Dores e incômodos nas costas na gravidez

Portanto para uma corredora que engravida o programa deve ser modificado.

Para as gestantes que eram sedentárias antes de engravidar não é recomendado que inicie a prática após o início da gravidez.

Consulte sempre seu médico para a liberação de qualquer exercício!

Aqui no meu blog você também encontra muitas informações bacanas sobre saúde e exercícios na gravidez!

E se você deseja quer controlar o seu peso na gravidez e não engordar para manter uma Gravidez em Forma, independente de ser ativa ou não, receba minhas dicas e orientações… ACESSE E CADASTRE-SE JÁ no site www.gravidezemforma.com.br

Circuito Funcional para Grávidas

Por Gizele Monteiro – Personal Gestante by Gravidez em Forma

 

O “Circuito Funcional para grávida” é uma boa estratégia de exercícios físicos durante a gravidez. E foi exatamente assim que a jornalista Fernanda Gentil – do quadro Mamãe Gentil do globo esporte, manteve sua forma nesse mês.

Grávida de 5 meses, jornalista segue uma rotina de exercícios.

 

Circuito Funcional para gestantes
Circuito Funcional para gestantes

Ao longo do gramado, materiais como discos, bastão e elásticos estão organizados. Exercícios como agachamentos, saltitos, deslocamentos e fortalecimentos são realizados pela mamãe Fernanda Gentil. Por já ter um histórico de realizar um circuito funcional na praia – antes da gravidez – uma adaptação foi realizada para atender as novas necessidades. Passou de 2 a 3 vezes por semana para 1 vez por semana. Ela sai temporariamente da areia para diminuir a intensidade e dessa forma passa a treinar no terreno mais plano, com o de um parque, por exemplo – explicou Roberta.

Esse tipo de treino é favorável à gestação por reunir características de um exercício aeróbico e de fortalecimento muscular, tudo isso em apenas uma aula.

É importante entender que durante a gestação os exercícios não podem ultrapassar os limites do bem-estar, é importante saber quais exercícios irão compor o treino para que a intensidade seja mantida e também sejam trabalhados músculos importantes.

 

Post dos episódios:

Ep. 1 – http://gizelemonteiro.com.br/2015/03/09/mamae-gentil-fernanda-gentil-mostra-como-ter-uma-vida-ativa-na-gravidez/

Ep. 2 – http://gizelemonteiro.com.br/2015/04/02/e-possivel-emagrecer-na-gravidez/

Exercícios na Gravidez – 6 benefícios para sua saúde e do seu bebê

Exercícios na Gravidez – 6 benefícios para sua saúde e do seu bebê

Por Gizele Monteiro – personal gestante – by Gravidez em Forma

 

Exercícios na gravidez - 6 benefícios
Exercícios na gravidez – 6 benefícios

Algumas futuras mamães ficam na dúvida se devem praticar exercícios físicos podem praticar na gravidez. Na lista de preocupações, sua saúde e do bebê estão em primeiro lugar.

Neste post, vou mostrar 6 benefícios que o exercício na gravidez pode proporcionar nesse período tão especial, com exercícios orientados de forma segura e saudável na gravidez.

O primeiro ponto que a gestante deve estar atenta é a liberação médica para realizar os exercícios e também para qual atividade o seu obstetra está liberando para a prática. Muitas gestantes realizam musculação ou corrida e desejam continuar com essa prática durante a gravidez. Mas um alerta: primeiro o seu médico tem que concordar e, segundo, não significa que o programa será realizado da mesma forma e intensidade. Há também uma diferença na liberação para gestantes sedentárias antes da gravidez e para as ativas. Pelo diferente nível de condição física, o que pode ser realizado por uma não poderá pela outra.

 

6 benefícios que o exercícios pode trazer para sua saúde e de seu bebê

1. O exercício é muito importante para a manutenção do nível de aptidão física na gravidez, pois com o passar das semanas e trimestres há uma queda dessa condição física levando a gestante a um cansaço, principalmente ao final da gravidez. Exercícios melhoram e deixam a gestante mais disposta para manter sua rotina diária.

2. Prevenção de diabetes gestacional e pré-eclampsia: estudos relatam a diminuição desses riscos e alguns mais recentes mostram que até os exercícios de alongamento são positivos nesse controle e prevenção,

3. Diminuição do inchaço (edema): exercícios de fortalecimento dos membros inferiores (pernas), caminhadas, exercícios em água são muito importantes para a prevenção do inchaço, incômodo comum principalmente no final da gravidez.

4. Melhora da saúde psicológica: vários estudos já apontam o grande benefício do exercício na saúde psicológica da mulher na gravidez e no pós-parto. Vários sintomas e situações que tem sido associados com a depressão podem ser  diminuídos como efeito do exercício. Aqui nesse benefício podemos detalhar mais e ele chega a abranger 3 áreas.

Exercícios na gravidez - controle da pressão arterial
Exercícios na gravidez – controle da pressão arterial

4.a. Melhora a saúde psicológica: mais disposição, melhora do humor, menos ansiedade, menos estresse, isso tudo faz a prevenção e o auxílio no tratamento da depressão.

4.b. Melhora da imagem corporal: além do efeito psicológico, benéfico sobre esse ponto, o exercício age mudando a estética corporal e também facilitando o retorno de peso saudável da mamãe. Isso faz toda a diferença, pois na hora de olhar-se no espelho, você ficará feliz.

4.c. Melhor disposição e bem-estar: esse é um efeito para qualquer pessoa que realiza exercícios, acontecendo também na gravidez e pós-parto.

5. Melhor controle do ganho de peso: toda gestante tem medo de engordar e um benefício à parte, por esse ser de grande interesse da mulher está no melhor controle do ganho de peso e da adiposidade, isto é, a quantidade de gordura ganha na gravidez. Como resultado, a prevenção da obesidade na gravidez, pós-parto e posteriormente na vida da mulher.

O excesso de ganho de peso durante a gravidez está altamente associado com a retenção de peso no pós-parto e a obesidade na vida da mulher. Se parte do peso permanecer, a cada nova gravidez maior será o ganho de peso, mais difícil da volta do corpo.

6. Prevenção e diminuição de dor nas costas: a dor nas costas é uma das complicações mais comuns da gravidez atingindo cerca de 50-70% das mulheres durante a gravidez e no pós-parto. As dores nas costas acontecem por causa de grandes mudanças na postura da gestante e também nas articulações que são preparadas por um hormônio liberado nesse momento, a relaxina. A sobrecarga muscular pela nova postura coloca os músculos das costas numa sobrecarga que ela não estava adaptada, por isso é muito importante o seu fortalecimento.

Por esses e outros motivos vale a pena ter uma Gravidez em Forma e ativa!

Se você deseja saber mais como desfrutar desses benefícios e deseja não engordar na gravidez, deseja ter uma gravidez em forma, cadastre-se no site www.gravidezemforma.com.br e receba gratuitamente um mini-curso para te ajudar a controlar o peso.

HIIT na gravidez? Pode?

Hiit na gravidez? Pode? – Por Gizele Monteiro – Personal Gestante

 

Hiit – pular corda na gravidez

Será que os treinos com HIIT na gravidez são uma atividade indicada?

Como comentei no artigo aqui HIIT no pós-parto, esse método é o queridinho do momento.

Tenho acompanhado muitas gestantes nas mídias sociais e algumas declaradamente comentam que usam o HIIT. Outras usam treinos intensos sem saber que podem ser muito parecidos os efeitos sobre seu organismo e do bebê.

Após algumas pesquisas pude verificar que algumas gestantes tem usado esse método e modalidade com o objetivo de controlar o peso na gravidez. Outro objetivo é de não perderem a forma, sua condição física.

Bom, vou começar compartilhando que:

 

“Segundo as maiores autoridades internacionais sobre prescrição de exercícios na gravidez, a intensidade indicada para a realização de exercícios é leve-moderada e não se indica NUNCA treinos intensos na gravidez.”

 

Nesse artigo aqui do blog, compartilho os riscos do exercícios intenso para você e seu bebê. Clique aqui para ler!

 

Proposta do HIIT

E essa então … INFELIZMENTE não é a proposta do HIIT!

Só para revisar, vamos entender o que é e o que significa  a palavra HIIT.

O termo é uma abreviação que vem do inglês – High Intensity Intermittent Training, isto é, Treinamento Intervalado de Alta Intensidade. No português não fica tão bonita a sigla não é (risos) ?!

Basicamente o método é composto por uma série de estímulos curtos – exercícios de curta duração, porém em alta intensidade, seguido por um período de recuperação. O foco então é uma sessão curta, com exercícios feitos na maior intensidade possível. 

Só com essa informação definitivamente podemos entender que o HIIT não é um método ADEQUADO para ser realizado na gravidez.

Fazendo uma rápida pesquisa, pude observar que muitas gestantes tem mantido sua rotina de treinos intensas na gravidez e mais do que isso, realizam o HIIT, um método que tem como base exercícios curtos, rápidos e intensos.

 

Intensidade e Exercícios do HIIT

Além da intensidade do método, os exercícios selecionados em nada atendem as necessidades da gestante.

Além do risco que esses exercícios oferecem pela fragilidade das articulações e dos músculos, também oferecem riscos para a nova postura da gravidez.

  • movimentos rápidos,
  • em ângulos extremos,
  • saltos,
  • saltos com giros,
  • movimentos de abaixar e levantar com  burpees
  • exercícios de agilidade – com escadinhas ou materiais que ofereçam risco de tropeçar e cair
  • abdominais tradicionais, etc, etc …

 

Nenhum desses exercícios tem relação com as necessidades do corpo da mulher na gravidez!

“Você gestante preciso de um programa estruturado e organizado conforme as mudanças dos meses e trimestres.

Cada fase tem uma necessidade e também mudança e o exercício deve ser escolhido a partir disso e não de acordo com a modalidade que você estava acostumada a praticar!”

 

O exercício é para o seu bem e não para seu risco!

Você pode ter um programa saudável, equilibrado, que mantenha sua força, sua forma física, seu peso, livre de dores, evite diástase ! Tudo isso é possível!

E é exatamente o que sempre fiz e faço com minhas alunas do programa online Gravidez em Forma.

Te convido a conhecer e perder o medo de mudar!

O programa Gravidez em Forma foi elaborado dentro dos critérios e recomendações de segurança das maiores autoridades internacionais de prescrição de exercícios.

Então clique no botão para seguir e conhecer!